"É outra vida", diz mãe com autorização da Justiça para plantar

Aspilão, Opinião

hempadao 17 abril, 2019

“Ela tinha de 50 a 60 crises convulsivas diárias. Teve dias em que, das 24 horas, ela passava 23 convulsionando (…) O medicamento importado deu melhora, mas não zerou as crises, e a partir do momento em que começamos a usar o nosso artesanal, as crises foram diminuindo até parar”

Liane Pereira, mãe da Caroline, de 9 anos,
autorizada a cultivar maconha medicinal no G1



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




[pro_ad_display_adzone id=17608]
[pro_ad_display_adzone id=17609]