EUA: Mais presos serão perdoados por crimes relacionados à maconha

Clipadão

hempadao 8 janeiro, 2019

A revolução da legalização da maconha nos EUA e em diversos outros países do mundo vem afetando e transformando não só a saúde e a arrecadação de impostos a partir do uso medicinal e da venda da planta, mas também o sistema judiciário – e a vida de pessoas afetadas no passado pela proibição.

Fonte: Hypeness

O governador do estado de Washington, nos EUA, Jay Inslee, anunciou um programa para perdoar presos e condenados por delitos ligados à maconha julgados entre 1998 e 2012. A cidade de Seattle, no estado, já havia anunciado programasemelhante.

“Nós não devemos seguir punindo pessoas por algo que não é mais um comportamento ilegal no estado de Washington”, disse Inslee em um evento estadual sobre a maconha. O estado de Washington foi o segundo no país a legalizar o uso recreativo da maconha, em dezembro de 2012 – o uso medicinal já era legal por lá desde 1998. Os casos serão analisados individualmente por uma equipe dentro do programa, que poderá oferecer perdão a até 3,500 pessoas detidas no estado.

A ideia do governador é não só atualizar a justiça do estado, como também combater o racismo que costuma conduzir boa parte do funcionamento judicial. Segundo estudos, a condenação de negros no estado por crimes ligados às drogas é 13 vezes maior do que da população branca. O governador Jay Inslee vem sendo cogitado como um possível candidato pelo partido democrata para ser candidato à presidência dos EUA em 2020.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




[pro_ad_display_adzone id=17608]
[pro_ad_display_adzone id=17609]