USP procura voluntários para teste com derivado da maconha

Clipadão

hempadao 5 abril, 2017

Pesquisadores da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP precisam de voluntários para estudar o efeito do canabidiol, substância extraída da maconha, em pacientes com Transtorno Depressivo Maior.

por Rene Moreira, especial para O Estado

Para participar, os interessados devem apresentar depressão, ter entre 20 e 60 anos de idade e índice de massa corporal entre 18 e 30 kg/m² (dividir o peso pelo quadrado da altura). Não devem estar usando medicamentos, como antidepressivos ou calmantes, por duas semanas. Também não podem usar drogas ilícitas, ser fumantes, estar grávida, usar aparelhos dentais ou implantes de metais no corpo.

O voluntário será ressarcido com R$ 50 em cada dia de teste. O participante passará por exame de urina, avaliação psicológica, tarefa de reconhecimento de expressões faciais de emoções, ressonância magnética e coleta de sangue.

O estudo é de responsabilidade da pesquisadora Luana Gonçalves Zamarrenho, do Programa de Saúde Mental. As inscrições devem ser feitas pelos e-mails: luanagz.bio@gmail.com ou luana.gz@usp.br.



Uma resposta para “USP procura voluntários para teste com derivado da maconha”

  1. Ivani Aparecida Ribeiro disse:

    Minha filha sofre de epilepsia de difícil controle e apresenta crises parciais, mas inúmeras. Teve Stevens Johnson’s. Alérgica a cinco anticonvulsivantes (gardenal, depakene, depakene, carbamazepina, hidantal)
    Hoje ela faz uso de Lamotrigina100 mg 5 como ao dia, topiramato 100 mg 5 como e trileptal solução 20 ml ao dia, que equivale a 1200 mg.
    Toda essa medicação e sem êxito mais o efeito colateral provocado pelo o trileptal que provoca muitos vômitos.
    Precisamos de ajuda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina