Quadrilha de PMs transformava Usuários em Traficantes!

WeedNews

hempadao 2 julho, 2017

A história da quadrilha de PMs que atuava no batalhão de São Gonçalo (RJ) ocupou posição de destaque em jornais de todo país. Não se trata aqui de policiais que pegavam uma propina para fingir que nada acontecendo, mas de sócios no esquema de tráfico de drogas e armas em diversas comunidades da cidade. Em algumas situações, os PMs assumiram pessoalmente a venda de drogas.

Mas a vida bandida dos 82 PMs denunciados não para aí. Para acabar com o constrangimento de, eventualmente, prender algum sócio que operava no varejo das drogas, os policiais prendiam usuários para apresentar como traficantes. A desculpa para forjar uma acusação falsa era a necessidade de bater a meta de prisões por tráfico imposta pelo comando do batalhão.

A prática não agradava os traficantes, que temiam uma diminuição de clientes procurando a boca. Por enquanto foi identificado apenas um único caso de usuário que foi preso pelos policiais do 7º BPM e acusado injustamente de tráfico de drogas. Ele já foi condenado na Justiça, mas será pedida uma revisão criminal de seu caso, para que ele responda apenas pelo porte para uso pessoal.

Infelizmente a história de flagrantes forjados não é exclusividade de São Gonçalo. Mas diante de tantas provas de ilegalidades que aconteceram lá, o Estado tem obrigação de reabrir qualquer processo de tráfico que tenha ocorrido lá nos últimos anos.

Essa parece uma rara oportunidade de reverter injustiças e lutar por aqueles que estão na cadeia simplesmente por gostar de fumar um baseado.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina