“Pra não dizer que não falei das flores”

Chapa2

hempadao 12 janeiro, 2018

por S. M. Hermes

No Brasil usuário de maconha também é sinônimo para traficante de drogas, pois se você não planta sua própria Cannabis logo fica dependente de um fornecedor que com certeza estará direta ou indiretamente conectado com o mercado varejista das drogas ilegais — tão amplo e ramificado que é possível comprar o mesmo produto em pelo menos algumas das capitais do país.

O debate que identificou a falha da Guerra às Drogas já tomou a forma de legislação em diversos lugares do mundo, inclusive nos Estados Unidos. País pioneiro e um dos maiores incentivadores de uma das diversas causas reacionárias e opressoras já levantadas e amplamente apoiadas ao longo da história da humanidade.

Estatisticamente ainda são poucos lugares onde a Cannabis é legalizada: Portugal, Espanha, Holanda, Uruguai, Canada e alguns estados dos Estados Unidos. Mesmo assim, já indicando um futuro no mínimo menos problemático onde cada vez mais os indivíduos terão ao seu dispor um ambiente propício em que seja possível desfrutar de todos os benefícios da planta.

Enquanto ainda não chegamos lá nos resta seguir sempre buscando um prensado de qualidade, às vezes quiçá até mesmo umas flores e dependendo das possibilidades cultivando um ou outro exemplar da espécie mais querida por todos — a Cannabis! “Todos estamos no Caminho, e a estrada conduz sempre para cima, deixando muitos lugares atrás.”



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina