Legalização da maconha pode avançar nos Estados Unidos

WeedNews

hempadao 14 agosto, 2016

Além de derrotar o reaça Donald Trump, os norte americanos de 9 estados vão decidir sobre outra questão importante: a legalização da maconha para uso medicinal ou recreativo. Em 8 de novembro, o mapa verde pode avançar ainda mais nos EUA.

Os eleitores do Arizona, Califórnia, Maine, Massachusetts e Nevada vão votar em plebiscitos para defender a regulamentação do comércio de maconha da mesma forma que ocorre com o álcool. 

Já no Arkansas, Flórida, Missouri e Montana os eleitores vão decidir sobre como deve funcionar a venda de maconha para fins medicinais. 

A Califórnia (que já permite o uso medicinal) vai votar sobre o uso recreativo da maconha 44 anos depois de ouvir sua população pela primeira vez sobre o assunto. Em 1972, dois terços dos californianos rejeitaram o movimento “legalize já”. A última foi campanha derrotada na eleição de 2010. 

Em entrevista para a Folha de São Paulo, o diretor da Organização Nacional pela Reforma das Leis de Maconha (Norml), Paul Armentano declarou que a legalização em massa nos EUA daria um “barato” tributário. “A taxação sobre o comércio da erva e de produtos feitos com ela renderia US$ 28 bilhões (R$ 88 bilhões) em impostos, declarou.



2 respostas para “Legalização da maconha pode avançar nos Estados Unidos”

  1. Kojak disse:

    Aqui não vai ter moleza não. Chega de atraso, já cortei todos os pés de maconha no Paraguai. Agora vai ser aqui!!!

  2. Diogo disse:

    Por ak parasitas mortadelas nos atrasaram durante anos…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina