Canhão para mosquitos: Habeas Corpus para cultivar Maconha

Aspilão

hempadao 1 fevereiro, 2017

“Utilizar o recurso ao salvo-conduto é como usar um canhão para matar um mosquito. É impensável ter que usar um habeas corpus preventivo para garantir o direito à saúde. Mas nesse caso, ficamos sem saída”

Emílio Figueiredo, advogado da Rede Jurídica pela Reforma da Política de Drogas
em matéria do Jota



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina