Califórnia analisa autorização de delivery de maconha e exposição da droga em feiras

Clipadão

hempadao 16 junho, 2017

RIO- Legisladores da Califórnia vão analisar, nesta quinta (15/06), novos marcos para a lei relacionada à comercialização de maconha no estado. Os políticos devem discutir padrões para cannabis orgânica, a permissão de exposição de amostras de maconha em feiras e a possibilidade de entregas domiciliares da droga.

A Câmara e o governo local trabalham para unificar a legislação recente sobre o uso recreativo de maconha com o marco mais antigo a respeito do uso medicinal da droga. As autoridades já estabeleceram normas para proteger os consumidores e manter a segurança, além de cobrar impostos sobre o produto.

Fonte: O Globo

O impacto orçamentário das novas regras foi calculado e incluído no orçamento estadual em acordo entre os legisladores e o executivo. Durante meses, as autoridades do estado negociaram com empresas que operavam ilegalmente no mercado de maconha ou companhias que com atividade legal centrada somente no comércio medicinal da droga. Além disso, os representantes também debateram o tema com investidores que desejam entrar no mercado de cannabis.

“Um dos maiores desafios que temos é pegar a indústria multibilionária que está na escuridão e trazer para a luz”, afirmou o senador Mike McGuire.

Até 2018, as autoridades devem ter elaborado regulamentos para reger o mercado emergente de maconha legal, que deve movimentar anualmente, segundo estimativas, US$ 7 bilhões em vendas. As novas regras deverão determinar, entre outros pontos, os locais onde as mudas podem ser cultivadas.

No geral, a Califórnia trata a maconha da mesma maneira que o álcool, permitindo o consumo para pessoas acima de 21 anos. Os indíviduos com essa idade ou mais podem portar cerca de 28,3 gramas consigo e ter em casa até seis pés da droga.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina