Home Colunas Chapa2 Tudo igual: Só muda o ano!

Tudo igual: Só muda o ano!

Nossas semelhanças, tanto coletivas como individuais, não apenas aparentam como de fato vêm mantendo o mesmo padrão comportamental desde os primórdios.

por S. M. Hermes

Eduardo Bueno, conhecido como ´Peninha´, é entusiasta da marola, jornalista, tradutor, escritor consagrado e apresentador de TV

Desde a invasão européia mundo afora, que inclusive foi responsável pelo assassinato em massa de múltiplas civilizações americanas, tudo mudou (pra muito pior) pros povos primogênitos daqui. Há quem diga que o atual cenário do nosso país figura entre os top piores momentos da história contemporânea brasileira — bem possível que sim. E como não? Como diria o poeta, “quem planta sacanagem colhe solidão”.

“A corrupção e os desmandos que imperavam na capital – exemplarmente retratados pelo conflito entre D. Duarte e o bispo – não eram exclusividade da cidade de Salvador: as demais capitanias enfrentavam problemas semelhantes, pois, tão logo tomavam o poder, os homens mais abastados colocavam o aparelho judiciário e o fiscal a seu serviço, em detrimento do restante da população.” – Eduardo Bueno, em A Cruz, A Coroa e A Espada (2006).

Olha o gol, olha o gol, olha o gol

Brotaram seis sementes de prensado, aleluia! Todas já se encontram cada uma no seu vaso, apresentando um desenvolvimento bem legal. Agora só permanece aquele pé atrás com a possibilidade de serem todas macho. Oremos.

Que felicidade de ver… o jardim florescer!

Outra coisa linda que aconteceu foi que tinha uma semente no meu camarão — amnésia pra ser mais exato. Já tá indo pra água hoje mesmo, sem falta, sem erro. Mesmo assim tenho que criar vergonha na cara e providenciar umas seeds com procedência.

Ver casos de importação de sementes de Cannabis não sendo considerados como crime pelo Supremo Tribunal Federal mantém a esperança pela tão sonhada legalização. Cannabis é terapia, desde seu cultivo até sua ingestão ou inalação. A planta só tem benefícios a nos oferecer, temos que abraçá-la por completo, temos que desfrutá-la com total plenitude.

Tudo posso naquela que me fornece a brisa

O vórtice, o olho do furacão desse padrão de vida que nós (a humanidade) levamos atualmente, é repleto de nuances, de detalhes capazes de nos abduzirem por completo.  E assim como as coisas aparentam grande complexidade, ao mesmo tempo elas aparentam extrema facilidade de serem superadas — um famoso paradoxo. Com certeza a Cannabis

George Orwell

me fornece força e inspiração nessa lida, quando chega a hora de encarar os desafios providos por essa longa caminhada.

“Este é o futuro que descortinamos nos dias atuais. Tudo polido e aerodinâmico, todas as coisas feitas de alguma outra coisa. Celulóide, borracha, ferro cromado em todas as partes, lâmpadas de arco voltaico a luzir durante toda a noite, tetos de vidro sobre a sua cabeça, rádios tocando sempre a mesma toada, toda a vegetação destruída e todos os locais cimentados, pombos de imitação a saltitar sob árvores de frutas neutras.” – George Orwell, em Um Pouco de Ar, Por Favor! (1939).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos Posts

Tendência, “cheiro de maconha” (quem diria) conquista marcas de perfume

O apelo dos perfumes cheirando a maconha pode estar em sua capacidade de trazer lembranças “Cheirar a maconha” já foi algo ruim, mas agora influenciadores...

O que é Haxixe? Origem, tipos e como fazer…

Todo bom maconheiro já ouviu falar ou teve a honra de degustar um bom hash. Mas como sempre tem alguém na dúvida... vale abordar...

Maconha vira matéria na Faculdade de Veterinária da UFSC

A Endocanabiologia (estudo das substâncias orgânicas e inorgânicas da Cannabis) já entrou para o currículo da Faculdade de Medicina Veterinária da UFSC (Universidade Federal...

Canabidiol até em bala de goma: o que a febre do produto nos EUA nos ensina

Três letrinhas vêm ganhando as prateleiras e os cardápios de diversos lugares cool dos Estados Unidos há mais ou menos um ano: CBD, de...

Plataforma amplia conhecimento sobre o uso medicinal da maconha

Batizada de CanTera, a ferramenta é voltada sobretudo para médicos. Entre 400 mil profissionais no Brasil, apenas mil receitam o produto discussão em torno da...