Home Mais Psicodelia Série de Bela Gil perde classificação livre após exibir consumo de Ayahuasca

Série de Bela Gil perde classificação livre após exibir consumo de Ayahuasca

Bela Gil consome ayahuasca em um episódio da série Bela Raízes, do canal Futura; programa foi reclassificado

O Ministério da Justiça modificou a classificação indicativa do Bela Raízes, série documental comandada por Bela Gil no canal Futura, de livre para proibido para menores de 12 anos. O motivo? Exibição de um ritual indígena em que foi consumida a ayahuasca. A entidade disse que houve valorização negativa do consumo de droga lícita.

O chá de Nixi Pãe, popularmente conhecido como ayahuasca, é utilizado em rituais indígenas, xamânicos e também utilizado em terapias alternativas para tratamentos de doenças do corpo e da mente.

O consumo é permitido em todo o território nacional desde 1992 em rituais espirituais. Os líderes das entidades que oferecem o chá seguem uma Carta de Princípios, onde estão estabelecidos os limites éticos do uso da erva.

Na série de Bela Gil, a nutricionista visitou uma tibo indígena e acompanhou um de seus rituais, onde foi servido o chá de Nixi Pãe. Esta cena foi suficiente para o Ministério da Justiça reclassificar o programa.

Normalmente, atrações que falam sobre drogas lícitas de maneira educativa ou apenas contextualizada por questões culturais, são classificadas como proibidas para menores de 10 anos de idade.

No caso do Bela Raízes, o Ministério da Justiça disse que houve “consumo de droga lícita agravado por valorização de conteúdo negativo, em uma ocasião”. Por esta razão, passou de livre para proibido para menores de 12 anos.

A determinação, no entanto, veio após o fim da primeira temporada. Bela Raízes estreou em 10 de abril e teve seu último episódio inédito veiculado em 3 de julho. Mas todo o conteúdo segue disponível na plataforma de streaming do canal.

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Osmar Terra defende realização de plebiscito sobre legalização da maconha

Ministro da Cidadania diz que sociedade "tem de ser ouvida" O ministro da Cidadania, Osmar Terra, defendeu neste sábado (7), em Porto Alegre, a realização de um...

Anvisa rejeita cultivo de maconha para fins medicinais no Brasil

Por 3 votos a 1, proposta foi arquivada pela agência reguladora. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) rejeitou nesta terça-feira (3) o cultivo de...

Verdinha de Ludmilla faz sucesso na Web!

Mais de 3 milhões de plays em quatro dias de publicação: Verdinha de Mc Ludmilla faz sucesso no YouTube A Mc do funk Ludmilla lançou...

Mercedes Ponce fala sobre ExpoCannabis 2019 ao Hempa

Está chegando mais uma edição da ExpoCannabis 2019! Confira a entrevista com a organizadora do evento Este é o terceiro ano seguido do Hempadão na...

Maconha vira queridinha no mundo dos negócios

Com a legalização ganhando terreno, o cenário mudou: negócios canábicos já servem de lastro para fundos de investimentos negociados em bolsa por João Henriques /...