Home Notícias Política Será difícil impedir a legalização do plantio de maconha

Será difícil impedir a legalização do plantio de maconha

Está na mira do agronegócio e liberação para remédio é brecha

A decisão da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de liberar produtos à base de Cannabis em farmácias causou reações na sociedade que são emblemáticas da polarização que vive o país. Um grupo achou a decisão 1 erro que ajudará a favorecer o consumo de drogas ilícitas. A essas pessoas, o governo fez 1 aceno, ao ressaltar que a decisão foi de uma agência reguladora independente, não do Executivo. Ressaltou, portanto, que isso não foi resultado de uma política do Planalto.

Fonte: Poder 360

Outro grupo achou a decisão conservadora e comedida, pois não se permitirá o cultivo do produto no país. O ministro Osmar Terra (Cidadania) disse que o governo fará todos os esforços para impedir que isso aconteça 1 dia. Quando for liberado o plantio, na avaliação de Terra, ficará muito difícil limitar o consumo recreativo da maconha, que tem a Cannabis como princípio ativo.

Terra argumenta que toda a campanha para o uso de medicamentos à base de Cannabis é apenas uma desculpa para buscar a legalização do consumo recreativo da droga, a exemplo do que já ocorre em países como o Uruguai e vários estados norte-americanos.

Entre os 2 polos, porém, está o pragmático e articulado setor do agronegócio. Não há uma posição hegemônica nesse grupo hoje, é bom que se diga. Mas o presidente da Comissão de Agricultura da Câmara, Fausto Pinato (PP-SP) chamou atenção em entrevista ao Poder360 para a contradição entre o fato de o uso de 1 produto ser permitido no país, ainda que restrito a medicamentos, e não se poder cultivar a planta do qual é extraído.

Evangélico, Pinato é contra o uso recreativo da maconha. Acha que, se isso for legalizado, crescerá o número de pessoas com dependência química no país, e, na esteira, o número de homicídios. Ele acha, porém, que é possível fiscalizar o cultivo para que seja destinado apenas à indústria farmacêutica. Menciona também a utilidade das fibras da planta para a indústria têxtil.

O interesse, porém, é bem maior do que isso. O mercado global de maconha é estimado em US$ 150 bilhões em estudos citados pelo site de notícias do setor Greenfund. E em 2028 poderá chegar a US$ 272 bilhões. Exportar maconha não seria fácil. Mesmo em locais onde o consumo é liberado, há restrições à importação. Mas é 1 prognóstico razoável acreditar que as restrições tendem a diminuir com o tempo.

Pinato, membro da Frente Parlamentar da Agropecuária, a maior do Congresso, argumenta que o plantio controlado da maconha poderia resultar na criação de empregos e no aumento da renda da agricultura familiar. Isso, aliás, é algo que a frente destaca com frequência ao defender o plantio de fumo, outro produto estigmatizado, por agricultores do Rio Grande do Sul. Seria impossível a eles conseguir renda semelhante com outra cultura.

Caso o plantio controlado da maconha venha a ser uma bandeira do agronegócio, será muito difícil impedir sua legalização.

23 COMMENTS

  1. Thanks in favor of sharing such a pleasant thought,
    paragraph is pleasant, thats why i have read it entirely
    online casino paysafe homepage мобильная версия вечера

  2. Great goods from you, man. I’ve understand your stuff
    previous to and you’re just extremely excellent.
    I actually like what you’ve acquired here, certainly like what you’re
    stating and the way in which you say it. You make it entertaining and you still care
    for to keep it sensible. I can’t wait to read much more from
    you. This is really a tremendous site.

  3. hello!,I love your writing so so much! proportion we keep up a correspondence more about your post on AOL?
    I require an expert on this space to solve my problem. Maybe that is you!
    Taking a look ahead to look you.

  4. Attractive section of content. I just stumbled upon your blog and in accession capital to assert that I get actually enjoyed account your blog posts. Any way I’ll be subscribing to your feeds and even I achievement you access consistently rapidly.

  5. Hey there 🙂

    Your wordpress site is very sleek – hope you don’t mind me asking what theme you’re using?
    (and don’t mind if I steal it? :P)

    I just launched my site –also built in wordpress like yours– but the theme
    slows (!) the site down quite a bit.

    In case you have a minute, you can find it by searching for “royal cbd” on Google (would appreciate any feedback) – it’s still in the works.

    Keep up the good work– and hope you all take care of yourself during the coronavirus scare!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Canabidiol desenvolvido na USP chega às farmácias

Fitofármaco derivado da maconha pode ter diversas aplicações terapêuticas. Produto foi criado em parceria com uma indústria farmacêutica do Paraná O primeiro extrato de canabidiol...

Quarentena canábica

Todas as fragilidades da nossa sociedade vem à tona em momentos como o atual, em que vivemos em meio a uma pandemia de coronavírus....

Maconha em tempos de pandemia é o tema da live da Folha nesta quarta

Nesta quarta-feira (29), o Ao Vivo em Casa, série de lives da Folha, fala sobre a indústria da maconha em tempos de Covid-19 e...

Fabricação e venda de derivados da cannabis entram em vigor no país

Entra em vigor hoje a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que regulamenta a fabricação, importação e comercialização de produtos derivados da...

“Maconha é coisa de velho”, diz Fernando Henrique Cardoso

No Brasil só não enxerga o que acontece quem não quer. A maconha ou as drogas mais pesadas não estão apenas na favela, mas...