Home Notícias Política Será difícil impedir a legalização do plantio de maconha

Será difícil impedir a legalização do plantio de maconha

Está na mira do agronegócio e liberação para remédio é brecha

A decisão da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de liberar produtos à base de Cannabis em farmácias causou reações na sociedade que são emblemáticas da polarização que vive o país. Um grupo achou a decisão 1 erro que ajudará a favorecer o consumo de drogas ilícitas. A essas pessoas, o governo fez 1 aceno, ao ressaltar que a decisão foi de uma agência reguladora independente, não do Executivo. Ressaltou, portanto, que isso não foi resultado de uma política do Planalto.

Fonte: Poder 360

Outro grupo achou a decisão conservadora e comedida, pois não se permitirá o cultivo do produto no país. O ministro Osmar Terra (Cidadania) disse que o governo fará todos os esforços para impedir que isso aconteça 1 dia. Quando for liberado o plantio, na avaliação de Terra, ficará muito difícil limitar o consumo recreativo da maconha, que tem a Cannabis como princípio ativo.

Terra argumenta que toda a campanha para o uso de medicamentos à base de Cannabis é apenas uma desculpa para buscar a legalização do consumo recreativo da droga, a exemplo do que já ocorre em países como o Uruguai e vários estados norte-americanos.

Entre os 2 polos, porém, está o pragmático e articulado setor do agronegócio. Não há uma posição hegemônica nesse grupo hoje, é bom que se diga. Mas o presidente da Comissão de Agricultura da Câmara, Fausto Pinato (PP-SP) chamou atenção em entrevista ao Poder360 para a contradição entre o fato de o uso de 1 produto ser permitido no país, ainda que restrito a medicamentos, e não se poder cultivar a planta do qual é extraído.

Evangélico, Pinato é contra o uso recreativo da maconha. Acha que, se isso for legalizado, crescerá o número de pessoas com dependência química no país, e, na esteira, o número de homicídios. Ele acha, porém, que é possível fiscalizar o cultivo para que seja destinado apenas à indústria farmacêutica. Menciona também a utilidade das fibras da planta para a indústria têxtil.

O interesse, porém, é bem maior do que isso. O mercado global de maconha é estimado em US$ 150 bilhões em estudos citados pelo site de notícias do setor Greenfund. E em 2028 poderá chegar a US$ 272 bilhões. Exportar maconha não seria fácil. Mesmo em locais onde o consumo é liberado, há restrições à importação. Mas é 1 prognóstico razoável acreditar que as restrições tendem a diminuir com o tempo.

Pinato, membro da Frente Parlamentar da Agropecuária, a maior do Congresso, argumenta que o plantio controlado da maconha poderia resultar na criação de empregos e no aumento da renda da agricultura familiar. Isso, aliás, é algo que a frente destaca com frequência ao defender o plantio de fumo, outro produto estigmatizado, por agricultores do Rio Grande do Sul. Seria impossível a eles conseguir renda semelhante com outra cultura.

Caso o plantio controlado da maconha venha a ser uma bandeira do agronegócio, será muito difícil impedir sua legalização.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Fabricação e venda de derivados da cannabis entram em vigor no país

Entra em vigor hoje a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que regulamenta a fabricação, importação e comercialização de produtos derivados da...

“Maconha é coisa de velho”, diz Fernando Henrique Cardoso

No Brasil só não enxerga o que acontece quem não quer. A maconha ou as drogas mais pesadas não estão apenas na favela, mas...

Alerj aprova pesquisa e cultivo da maconha medicinal no Rio

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou a realização de pesquisa e cultivo científico da maconha por associações de pacientes. A votação,...

10 universidades pelo mundo que oferecem cursos focados em maconha

A maconha medicinal vem ganhando espaço em diversos lugares do mundo. De olho nisso, algumas universidades estão buscando capacitar seus estudantes para trabalhar no...

Se eu quiser fumar, eu fumo

Dizem por aí que coisa alguma acontece por acaso. Aliás, que o próprio acaso é algo irreal — mesmo que nós ainda não sejamos...