Home Colunas Chapa2 “Pra essa gente careta e covarde”

“Pra essa gente careta e covarde”

As Marchas da Maconha Brasil afora, principalmente a de São Paulo, trazem um recado claro da população — ouve quem quer. Após o registro, segue miscelânea de tópicos.

por S. M. Hermes

“Uma história extraordinária e sem nexo a respeito de pessoas com nomes tais como Semei, Nabucodonosor, Aquitofel e Benabinadab; gente de vestes engomadas e longas, barbas assírias, cavalgando para cima e para baixo montada em camelos, entre templos e árvores de cedro e a fazer coisas fora do comum.” – George Orwell, em Um Pouco de Ar, Por Favor! (1939).

Só faltou o George explanar que a galera fumava um haxixe violento. Depois não tinha erro, era milagre rolando adoidado. Atualmente são outros nomes, outras vestes e outras drogas. Já a falta de nexo na história extraordinária segue na mesma vibe — nosso Brasilzão que o diga.

Ficando pra semente

Da série “coisas que o rádio me contou”: o Estado de Washington, do Tio Sam, aprovou uma lei que regulamenta a compostagem humana como alternativa aos enterros e cremações convencionais. Conforme Esther Sánchez, em reportagem no El País, “a conversão de seres humanos em terras férteis minimiza o desperdício, evita a poluição das águas subterrâneas com fluidos, chorume e emissões de dióxido de carbono – o principal gás do efeito estuda – e de partículas, além de ocupar menos espaço”.

Além do enterro ecologicamente correto, que já é uma realidade em diversos lugares ao redor do globo, essa possibilidade de transcender o plano aparenta ser uma solução bem genial. Estaríamos não só completando nosso ciclo da vida, mas também iniciando outro. De fato uma maneira interessante, poética e filosófica, de se cair fora.

Aleatoriedades

Assistindo à final do Ru Paul’s Drag Race pelo VH1 online, que dá 24 horas de passe livre pra geral, fiquei sabendo que desde 2016 rola um programa chamado Martha and Snoop’s Potluck Dinner Party, apresentado pela Martha Stewart e pelo Snoop Dogg. Que loco no?!

Fazer alguma atividade física (no caso um futebolzin) depois de quase quatro meses de sedentarismo e, no fim das contas, perceber que cortar as unhas dos pés é algo que se deve fazer com mais frequência. Quem nunca?! Eu sempre. O que também sempre acontece, é aquela carburada esperta antes da correria. O famoso aquecimento de pulmão (risos).

Чернобыль

A série Chernobyl, lançada pela HBO no começo do mês de maio, com certeza é um dos grandes lançamentos do ano, tendo obtido “a maior nota da história do site IMDb”. Quiçá minha única frustração seja que o idioma principal é o inglês, pois sinto meu imaginário diretamente afetado devido a tal. Preciosismo? Há quem diga. Mas, ao certo, a Mãe Rússia chora.

Mesmo assim, a possibilidade desse insight é sempre genial. O mecanismo do Estado Bolchevique em plena atividade, lidando diretamente com as implicâncias do maior acidente nuclear da história, que basicamente marca o começo do fim da Guerra Fria e da União Soviética, dissolvida no final de 1991.

Fontes:

https://brasil.elpais.com/brasil/2019/05/22/internacional/1558531110_866057.html

https://www.hypeness.com.br/2019/05/serie-chernobyl-e-relato-poderoso-do-que-acontece-quando-duvidamos-da-ciencia/

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Tá ruim pra malandro

Grande parte do cenário político mundial ainda é muito conturbado e totalmente desfavorável ao uso de Cannabis, seja pra qualquer finaldade que for. E...

Cofre high tech de maconha ganha prêmio apesar de censura

Além de ser a maior feira de tecnologia do mundo, a Consumer Electronics Show (CES) distribui premiações para inovações tecnológicas todos os anos. Os...

Em 2020, a Indústria legal de maconha vai desaguar no Mainstream

A indústria da cannabis legal já é uma realidade. Até pouco mais de um ano atrás, o pequeno Uruguai deixou de ser uma exceção...

Você pode fumar maconha enquanto toma antibiótico?

Sabemos que não devemos consumir álcool enquanto estamos tomando antibiótico. Mas e a maconha? Aqui está o que dizem especialistas no assunto. Algumas coisas não...

O que realmente mudou no mercado de drogas no Uruguai após a legalização da maconha?

Seis anos após a aprovação da lei que chamou a atenção internacional em dezembro de 2013, o país sul-americano apresenta resultados ambíguos sobre o...