Home Ativismo Plataforma amplia conhecimento sobre o uso medicinal da maconha

Plataforma amplia conhecimento sobre o uso medicinal da maconha

Batizada de CanTera, a ferramenta é voltada sobretudo para médicos. Entre 400 mil profissionais no Brasil, apenas mil receitam o produto

discussão em torno da liberação da cannabis medicinal tem tomado conta do cenário político-social do Brasil. Nova regulamentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) deve aumentar o acesso de pacientes a medicamentos com base na planta e é visto como um avanço para especialistas, médicos e, principalmente, pacientes.

Fonte: Metrópoles

Ainda que os pedidos junto à agência reguladora tenham aumentado significativamente neste ano, o número de médicos que prescrevem medicamentos à base de cannabis ainda é tímido. Entre 400 mil profissionais no Brasil, apenas mil receitam o remédio, segundo levantamento do conselho médico da OnixCann.

Assim, a empresa brasileira lançou uma plataforma que procura ampliar o conhecimento da classe médica sobre o uso da Cannabis. Batizada de CanTera, a iniciativa se baseia em um banco de dados global com estudos científicos, referências bibliográficas e protocolos médicos que auxiliam o profissional na escolha do melhor tratamento a ser prescrito.

O levantamento de dados inseridos na plataforma é validado e acompanhado por um conselho médico, formado por especialistas em diversas áreas de atuação, como  Oncologia, Neurologia, Hematologia, Geriatria, Gastroenterologia, entre outros.

“A plataforma possibilita o acesso da classe médica a protocolos com indicações terapêuticas à base de cannabis medicinal, contribuindo para que cada vez mais brasileiros sejam beneficiados por esse tipo de terapia, assim como já acontece com outros pacientes ao redor do mundo”, afirma Marcelo Galvão, CEO da OnixCann.

Além disso, a ferramente, disponibilizada ao médico gratuitamente, indicará qual a melhor posologia para o tratamento e qual empresa farmacêutica no mundo tem disponível o medicamento com a dosagem necessária.

“Nosso objetivo é entregar aos médicos o que há de mais atual no mundo em relação a estudos sobre o uso de Cannabis medicinal e estimular que cada vez mais profissionais prescrevam medicamentos, devolvendo bem-estar e qualidade de vida aos pacientes”, finaliza Galvão.

Outra inovação oferecida por CanTera ao médico é a possibilidade de elaborar, em poucos minutos, todos os formulários necessários para que o paciente possa fazer o pedido de liberação junto à Anvisa.

A plataforma foi lançada em junho deste ano e já está disponível para uso. Para solicitar, é necessário que o médico acesse o site www.canteramed.com e faça o cadastro para aguardar a liberação pelo conselho médico da empresa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Osmar Terra defende realização de plebiscito sobre legalização da maconha

Ministro da Cidadania diz que sociedade "tem de ser ouvida" O ministro da Cidadania, Osmar Terra, defendeu neste sábado (7), em Porto Alegre, a realização de um...

Anvisa rejeita cultivo de maconha para fins medicinais no Brasil

Por 3 votos a 1, proposta foi arquivada pela agência reguladora. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) rejeitou nesta terça-feira (3) o cultivo de...

Verdinha de Ludmilla faz sucesso na Web!

Mais de 3 milhões de plays em quatro dias de publicação: Verdinha de Mc Ludmilla faz sucesso no YouTube A Mc do funk Ludmilla lançou...

Mercedes Ponce fala sobre ExpoCannabis 2019 ao Hempa

Está chegando mais uma edição da ExpoCannabis 2019! Confira a entrevista com a organizadora do evento Este é o terceiro ano seguido do Hempadão na...

Maconha vira queridinha no mundo dos negócios

Com a legalização ganhando terreno, o cenário mudou: negócios canábicos já servem de lastro para fundos de investimentos negociados em bolsa por João Henriques /...