Home Colunas Clipadão Parlamento português rejeita legalização da maconha para uso recreativo

Parlamento português rejeita legalização da maconha para uso recreativo

Duas propostas só receberam votos a favor dos partidos que as tinham apresentado e de grupo de deputados socialistas. Posse para consumo individual foi despenalizada no país em 2001 e o parlamento aprovou no ano passado uso para fins medicinais.

Fonte: G1

O parlamento de Portugal rejeitou nesta sexta-feira (18) duas propostas que buscavam legalizar a maconha para uso recreativo, que só receberam os votos a favor dos partidos de esquerda que as tinham apresentado e de um grupo de deputados socialistas.

O fracasso das iniciativas, apresentadas pelo Bloco de Esquerda, formado por 19 deputados, e pelo partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN, um deputado), já era esperado na Assembleia da República, onde foram debatidas na quinta-feira.

Os dois projetos propunham que a venda de cannabis fosse autorizada em estabelecimentos específicos (em farmácias, no caso da iniciativa do Bloco de Esquerda) a maiores de idade e para um máximo de 30 dias de consumo.

As propostas também contemplavam a possibilidade do autocultivo – de até cinco plantas no caso do Bloco de Esquerda e de seis no texto elaborado pelo PAN -, o que foi justamente o ponto mais criticado pelos deputados de direita durante o debate.

Apesar de os dois partidos terem se mostrado dispostos a discutir mudanças nos projetos se fossem levados à comissão pertinente, a derrota na votação pôs fim à sua tramitação parlamentar.

Meio milhão de portugueses (de uma população de 10,3 milhões) consomem maconha regularmente e um de cada dez a provou pelo menos uma vez, segundo o último relatório do Serviço de Intervenção nos Comportamentos Aditivos e nas Dependências (SICAD), publicado nesta mesma semana.

O uso recreativo de cannabis está permitido no Uruguai e no Canadá.

Em Portugal, sua posse para consumo individual foi despenalizada em 2001 e o parlamento aprovou no ano passado um projeto de lei que legalizava seu uso para fins medicinais.


LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Ajude a bolar a nova identidade visual da ACUCA-SP!

ONG voltada a cultura canábica organiza concurso para nova identidade visual. Participe! Cultura Cannábica é um termo bastante amplo, que abrange todo conhecimento sobre os...

Anvisa adia decisão sobre maconha medicinal

Após dois pedidos de vista, regulamentação do uso do cannabis para tratamento médico provavelmente voltará a ser debatida em 15 dias BRASÍLIA — A decisão...

De saúde ao mundo dos negócios, a maconha é uma fábrica de notícias

Falamos da cannabis abordando diferentes aspectos: saúde, economia, segurança pública, cultura, história, esportes… por João Henriques / Ilustração: Felipe Navarro Antes de começar a leitura deste...

Nelson Motta revela que fuma maconha todos os dias há 55 anos

Jornalista, que está com 74 anos, falou com naturalidade sobre seu hábito diário de consumir cannabis e ainda atestou: "Tenho uma memória incrível" Sem tabus...

Governo age para brecar liberação da maconha medicinal

Projeto de Lei que regulamenta venda de remédios e uso está parado na Câmara, enquanto Anvisa adiou votação de regulamentação do plantio revista para esta...