Home Colunas Portas da Percepção Oficina: “Psicodélicos e Redução de Danos” no RJ!

Oficina: “Psicodélicos e Redução de Danos” no RJ!

por Fernando Beserra

Salve!

No dia 18 de Março, estarei junto com o pesquisador Sandro Rodrigues, realizando a oficina “Psicodélicos e Redução de Danos” na Casa Nuvem! A Casa, situada na Rua Morais e Vale, nº 18, na Lapa, na cidade do Rio de Janeiro, receberá a oficina às 19:30h. Todxs estão convidadxs. A oficina é gratuita e a presença bem-vinda.

O evento já se encontra divulgado no Facebook, confirmem a presença! (e se não confirmarem, apareçam mesmo assim).

Saca só:

Diante do clamor proibicionista e da pedagogia do terror, a educação em saúde sobre substâncias psicoativas é tipicamente de baixo nível, associada a ideia magna do “Apenas diga não!”. Com este posicionamento, os arautos da proibição acabam ampliando os danos e reduzindo os benefícios do uso de psicoativos. Criam-se mitos e o consumo responsável é desestimulado.

A oficina: “Psicodélicos e redução de danos” pretende realizar uma discussão aberta, livre de preconceitos, abordando as distintas dimensões (históricas, sociais, psicológicas, legais, religiosas…) envolvidas no uso de psicodélicos. Inclui-se nesta dimensão a adulteração de substâncias presentes no mercado ilícito de psicodélicos, o que tem impelido danos aos usuários destas substâncias, especialmente em decorrência da ausência de conhecimento da substância que estão utilizando.

Por fim, o debate pretende levantar a necessidade de outra política de drogas, não apenas para a maconha, mas igualmente para substâncias psicodélicas como Ayahuasca, LSD, LSA, MDMA, Salvia divinorum, etc.

O objetivo é, através da promoção de informações e do debate, reduzir riscos e danos no consumo de psicodélicos e articular os debates sobre saúde e política nesta temática. A intervenção-oficina não se estabelece apenas pela via negativa: reduzir danos, mas igualmente pretende fomentar a discussão sobre a potencialização dos aspectos positivos no consumo dos psicodélicos.

Mediadores:
Fernando Beserra – Psicólogo. Mestrando em Psicologia (PUC-SP). Escritor da coluna Portas da Percepção no Hempadão Hempada. Membro da Frente Estadual Drogas e Direitos Humanos do RJ
Sandro Rodrigues– Psicólogo. Doutorando em Psicologia (UFF). Músico.Membro da Frente Estadual Drogas e Direitos Humanos do RJ
onde: Casa Nuvem – Rua Morais e Vale, n18 (rua em frente ao beco do rato) – Lapa
quando: terça, 18/03 às 19h30

Contamos com a sua presença!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos Posts

Canabidiol até em bala de goma: o que a febre do produto nos EUA nos ensina

Três letrinhas vêm ganhando as prateleiras e os cardápios de diversos lugares cool dos Estados Unidos há mais ou menos um ano: CBD, de...

Plataforma amplia conhecimento sobre o uso medicinal da maconha

Batizada de CanTera, a ferramenta é voltada sobretudo para médicos. Entre 400 mil profissionais no Brasil, apenas mil receitam o produto discussão em torno da...

Justiça determina e Minas terá que fornecer remédio baseado em maconha para paciente

Juiz da Comarca de Caratinga determina o fornecimento de 10g de canabidiol a adolescente para sanar esclerose tuberosa. Medicamento custa R$ 3 mil O governo...

‘Nem sei identificar o que é maconha’, diz presidente da Anvisa

Aos 72 anos, cardiologista William Dib vira alvo prioritário de Bolsonaro após propor consulta sobre uso medicinal da erva Na lista de alvos preferenciais do...

Menina de 13 anos cria empresa que vende óleo de maconha para crianças doentes

A inspiração para o negócio veio de uma experiência pessoal: Rylie Maedle tem câncer nos ossos e começou a usar a cannabis para fins...