Home Notícias Opinião O que fazer se alguém chapar demais fumando Maconha?

O que fazer se alguém chapar demais fumando Maconha?

É difícil maconha causar efeitos coletareis muito severos, mas pode acontecer. Já se perguntou o que fazer nesses casos?

Aos poucos o nível de qualidade da maconha no Brasil vai subindo. É verdade que isso está acontecendo bem aos poucos, de forma gradual, mas vai ser uma inevitável explosão quando houver a legalização. Só que, na verdade, já está melhorando, lentamente, com a expansão do cultivo caseiro e maior divulgação das técnicas de extração.

Mesmo com todo cuidado e good vibes, acontece vez ou outra de um iniciante ultrapassar os limites recomendados. Se for assim, pode acabar dando algum trabalho pros amigos.

Nessa hora, o mais importante é conseguir manter a calma. Seja qual for a reação do doidão, tenha em mente a missão de acalmá-lo. É evidente que o primeiro passo, antes de mais nada, é cancelar a fumaça do cidadão. Mesmo que a onda baixe e a pessoa insista em fumar, o melhor é que não o faça.

O mesmo vale para os comestíveis. Se já estiver chapadão, nada de ingerir mais maconha, é claro. Mas lembre-se que, no caso de ter comido, a onda vai demorar um pouco mais para abaixar, devido à forma como o THC é processado pelo corpo. Vale a pena saber disso e passar essa realidade ao amigo ou amiga em apuros.

É importante não se deixar afetar pela energia da bad trip alheia. Sendo assim, jamais entre em pânico ou fique alarmado com o que está acontecendo. Se isso acontece, vai piorar a situação. Comece tentando descobrir o que está acontecendo, como ele está se sentindo. Faça perguntas simples para saber se ele se sente mais psicologicamente oprimido ou com algum desconforto de saúde.

Se puder deixar ele ou ela sozinho, uma boa ideia sempre é: Pegar um copo d’água e guiar uma boa e velha respiração profunda. Se não adiantar, talvez seja uma boa alocá-lo em uma cama ou sofá. Fechar os olhos ou tirar um bom cochilo pode ajudar demais em casos de experiências estressantes. Se a onda estiver desagradável, pode ser torturante esperar ela passar acordado por minutos que vão parecer horas, ou horas que parecerão dias.

Essa dica é valiosa e bem óbvia, mas muita geste esquece dela na hora do “pânico”. Tente oferecer uns comes e bebes, devidamente acomodados em um bom lugar. Lembre-se que, devido a larica, pode ser que seja preciso uma quantidade de comida extra. O mesmo vale para a soneca, se estiver realmente chapada, pode demorar alguns minutos ou até horas para o descanso ser concluído. Só confira a respiração e deixe o paciente sonhar (ou comer) livremente.

Estamos aqui falando sobre maconha. Mas caso seja alguma droga mais forte, como LSD ou MDMA, a maioria das dicas se aplicam. Se a onda estiver forte de psicodelia, por exemplo, uma excelente dica é tentar achar alguma distração fácil tipo um filme ou video-clipe para assistir.

Se estiver em um local muito cheio, é super importante achar algum canto tranquilo para restabelecer a paz. Se estiver em casa, pode procurar aqui no Hempa na aba Cinema ou Música que certamente vai encontrar bons vídeos para embalar sua brisa. E o oposto se aplica. Se ficar parado não estiver ajudando, pense na possibilidade de dar uma volta ao ar livre, assim será possível respirar e se distrair com o que está acontecendo ao seu redor.

Na gringa eles tem uma opção extra muito interessante. Se nada disso funcionar, é possível tentar ajudar com CBD. Este canabidiol é conhecido por regular a ansiedade e pode ajudar também a aliviar o efeito do THC que pode desencadear paranóias e outras bad trips.

Vale a pena lembrar que as dicas servem somente em casos de bad trip, tipo quando alguém acha que vai ficar chapado para sempre, medos sem motivo ou simplesmente doidão além da conta. Não valem para casos evidentes em que o cidadão esteja passando mal, de fato.

Outras dicas importantes podem ser tomar um banho, desde que a pessoa esteja apta para fazer isso sozinha. Parece bobagem, mas o banho é um momento que exige concentração e ao mesmo tempo proporciona relaxamento. Um bom banho parece renovar as energias.

Se você identificar que a pessoa está passando mal demais, com falta de ar persistente ou teto preto, talvez seja a hora de agir com mais cuidado. Cortada a fumaça, se os sintomas persistirem mesmo após a onda passar, é claro que um médico deve ser consultado.

baseado na publicação do CannabisNow

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Até tu, Dudu? Filho de Bolsonaro apoia liberação do Canabidiol

Candidato a embaixada brasileira em Washington, Eduardo Bolsonaro defende importação livre de medicamentos produzidos nos EUA por Cadu Oliveira / Ilustração Felipe Navarro* Agora que a...

O Assunto #16: Maconha medicinal – quem é beneficiado e quem pode cultivar no Brasil?

Renata Lo Prete conversa com André Resende, do G1 Paraíba, que visitou a única associação do Brasil que tem autorização para cultivar a planta....

Realidade Canábica

Na verdade, são algumas realidades. E, conforme o tempo passa, o uso da popular maconha vem sendo desmistificado, mesmo que lentamente. Mas ainda assim,...

Doença ligada a cigarros eletrônicos já matou seis pessoas nos EUA

O primeiro relato da doença misteriosa surgiu em abril, no Estado de Illinois; logo, médicos de todo o país começaram a descrever pacientes com...

I Seminário de Fortaleza sobre uso terapêutico da cannabis ocorre na próxima terça-feira, 17

Desde 2015 o número de pacientes cadastrados para a importação do canabidiol triplicou no Brasil. O I Seminário de Fortaleza sobre uso terapêutico e legislação...