Home Colunas Portas da Percepção Modulações de sentidos na experiência psicodélica

Modulações de sentidos na experiência psicodélica

por Fernando Beserra .:.

Amanhã, dia 15 de julho de 2016, às 19 horas, haverá o lançamento do livro Modulações de Sentidos na Experiência Psicodélica do psicólogo e músico Sandro Rodrigues, doutor em psicologia pela UFF e prof. de psicologia na Universidade CEUMA em São Luís/MA. O vereador Renato Cinco (PSOL-RJ) receberá Sandro Rodrigues para o lançamento no Espaço Plínio de Arruda Sampaio na Lapa – Rio de Janeiro-RJ. Ainda haverá um debate no lançamento com o Sandro e com a minha presença. Após, iremos aproveitar o som do DJ Danilo, com muito rock psicodélico.

b1402b818ba59eee0981f1edc9fbadbf

O livro de Sandro é um dos grandes avanços na literatura brasileira contemporânea sobre substâncias psicodélicas. Baseado em sua tese de doutorado, o livro se embrinca em progressistas tecnologias de cuidado no campo da saúde mental e da redução de danos. É inovador no debate da medicalização, tão em voga nos dias atuais. Sandro consegue, a partir das pesquisas dos grupos de autogestão da medicação (GAM), avançar no debate sobre os lugares e papeis constituídos na prescrição e uso fármacos psicotrópicos, sem ser contrário às drogas-medicamento. Neste sentido, a intervenção do GAM é uma aposta radical que catalisa a autonomia e o protagonismo dos usuários dos serviços de saúde mental. Tal perspectiva ancora-se no debate, tão presente no estudo das drogas tornadas ilícitas, do set e do setting. O uso de drogas não é o uso de qualquer droga, tampouco um uso qualquer da droga. Qualquer uso de drogas: seja terapêutico, lúdico ou religioso, será atravessado pelo set e pelo ambiente no qual a substância é ingerida. O lugar da equipe de saúde mental é essencial no fomento da reflexão acerca deste consumo e não no reforço da mudez diante do prescrito.

Curiosamente, no campo das reflexões da Reforma da Saúde Mental, surge firme o debate psicodélico. As modulações catalisadas na experiência psicodélica e seus potenciais de transformação. Um histórico excitante do uso de fármacos psicodélicos na contracultura, da descoberta do LSD, passando por Timothy Leary até o Rock Psicodélico. Estas substâncias tão potentes misturam-se a um campo contracultural de forma a nos fazerem questionar as velhas máximas proibicionistas: “a droga é uma droga”. Neste surf pelo caos, no campo da articulação de potenciais, encontramos vida nas experiências terapêuticas com psicodélicos e no confronto direto de uma política de proibição violentadora e sanguinária. Em contraposição, a emergência da Associação Psicodélica do Brasil e os campos de resistência apresentadas por Sandro, acompanham a emergência de uma imagem arquetípica de liberdade. Como um psicopompo o livro do Sandro é capaz de atravessar múltiplas dimensões e eu julgo que este é seu grande mérito.

Na defesa da liberdade de ação e pensamento, o livro expira e inspira a resistência e catalisa a criação de novos mundos. São ritmos de luta e poesia que soam e abatem estruturas de poder perversas, fomentando as potências escondidas e criando som em locais nos quais haviam poucas e tímidas vozes.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read

Maconha nos cachimbos de William Shakespeare?

Registros supõem que há resquícios de maconha nos cachimbos usados por William Shakespeare há cerca de 400 anos atrás A notícia não é exatamente nova,...

Minas Gerais entra na era da Cannabis medicinal

Regulamentação proposta pela Anvisa abre as portas do país e do estado para investimentos em pesquisa, educação e plantio da erva para produção de...

CBD deve chegar aos shoppings dos EUA até o fim do ano

Mega empresa canábica investe em varejo de derivados de maconha em shoppings dos EUA A gigantesca especializada em maconha Green Growth Brands, com sede em...

HQ entrelaça maconha e racismo ao longo da história dos EUA

‘Cannabis’, do quadrinista Box Brown, ganha edição em português O quadrinista americano Box Brown tinha 16 anos em 1996, quando foi preso por posse de...

Igreja britânica investe fundo de US$ 10 bi em maconha

Investimento pioneiro mistura religião e maconha na Inglaterra Quando Shavo Odadjian, baixista da banda System of a Down, me disse que estava lançando uma variedade...