Home Ativismo Mercedes Ponce fala sobre ExpoCannabis 2019 ao Hempa

Mercedes Ponce fala sobre ExpoCannabis 2019 ao Hempa

Está chegando mais uma edição da ExpoCannabis 2019! Confira a entrevista com a organizadora do evento

Este é o terceiro ano seguido do Hempadão na Expocannabis Uruguai! O evento é uma verdadeira festa de confraternização de fim de ano para a militância e empreendedores do Brasil e todo cone sul. Entrevistamos a porta-voz e fundadora da Expo. Em sete perguntas, Mercedes Ponce León contou o que há de novidade para essa edição e ainda deu dicas de turismo para quem vai à Montevideo este ano. Confira:

  1. O que há de novo em mais um ano da ExpoCannabis?

Temos um novo local dentro do Parque de Eventos do Laboratório Tecnológico do Uruguai e inauguramos um novo salão exclusivo para a indústria de medicamentos e cânhamo.

Os Temas da EXPOCANNABIS 2019 estão ligados à cultura da cannabis, vamos desenvolver o primeiro Festival Internacional de Cinema de Cannabis na América Latina, trabalharemos no feminismo anti-proibicionista, tornando uma Rodada de Mulheres Canábicas e Anti-Proibicionistas para tornar visível a situação de vulnerabilidade que as mulheres (e crianças) têm na “guerra” contra as drogas. Também entregaremos o Daniel Vidart Awards, juntamente com o Município de Montevidéu, para promover projetos de pesquisa, educação e desenvolvimento, fazendo uma homenagem póstuma ao escritor e antropólogo uruguaio que se refere à cultura da cannabis.

  1. Quantos visitantes são esperados e qual porcentagem deles deve vir do Brasil?

No ano passado, 12.000 visitantes vieram e 45% eram do Brasil, estamos totalmente gratos. O público brasileiro sempre demonstrou interesse no evento e os últimos anos foram de grande presença brasileira. O evento já é internacional e os países vizinhos gozam da liberdade que temos aqui. Esperamos que este ano receba mais visitantes e, sem dúvida, muitos brasileiros. Estamos felizes em compartilhar o processo que vivemos com eles.

  1. Alguma coisa mudou no contexto político do Uruguai neste ano de 2019?

Sim, é um ano de eleições, a cannabis esteve presente na campanha, bem como toda a agenda de direitos conquistada nos últimos anos. No Parlamento, existem 2 projetos de lei sobre cannabis medicinal e de pesquisa com meia penalidade e com o apoio dos 3 principais partidos políticos, direita e esquerda. Um sinal de que a questão foi padronizada e que ninguém discute os benefícios da regulamentação da maconha medicinal e do cânhamo industrial.

A IRCCA oferece 3 novas licenças para empresas produzirem maconha para venda em farmácias para uso não-médico de adultos, este é o escopo de regulamentação que a ultradireita critica, no entanto, é a via de acesso que tem mais inscritos sem dúvidas. Existem mais de 7 mil auto-cultivadores, mais de 3800 pessoas nos clubes e mais de 37.000 pessoas registradas para adquirir em farmácias. Em outras palavras, se esse direito for eliminado, mais de 60% dos consumidores retornarão às bocas de distribuição do narcotráfico. Uma loucura só de pensar nisso. Este regulamento chegou para ficar e será discutido no Fórum de Regulação do Mercado de Drogas na sexta-feira 6, com a presença do Presidente da Polícia Nacional.

 

  1. Quantas marcas estão expostas nesta edição?

Existem mais de 100 estandes no evento, estamos praticamente esgotados.

  1. Algum conselho especial para os brasileiros que vão a Montevidéu para curtir a Expo?

Sim, eu recomendo que você venha com um grande desejo de desfrutar! Aqui todas as pessoas têm o direito de consumir cannabis em espaços públicos, o que não podem é comprar em farmácias, isto é apenas para uruguaios registrados. É bom saber que a Expocannabis só pode entrar com mais de 18 anos, portanto, se eles vierem com crianças, considere isso.

Eu recomendo que você conheça o MVD BUS TOUR que percorre Montevidéu nos principais pontos que compõem a história da maconha no Uruguai e permite que você mergulhe 100% na cultura da maconha. Temos um instagram onde você pode encontrar mais informações @mvdcannabistour

 

  1. Uma parte sempre rica do festival é o line-up … que artistas vão apresentar este ano? Se puder, conte-nos um pouco sobre eles …

Haverá bandas e músicos de vários gêneros, como reggae, hip hop, rap, afrobeat e fusões de outros gêneros, como funk e jazz, além de DJs. Teremos artistas locais e internacionais, você pode ver a grade completa no nosso site, clicando AQUI.

  1. Um dos efeitos naturais da cannabis é a fome excessiva. Conte-nos sobre as opções gastronômicas do evento.

As opções gastronômicas estarão localizadas na área de descontração, que é um enorme espaço verde ao ar livre, projetado para as pessoas relaxarem e desfrutarem. Teremos várias opções de comida para todos os gostos. Alguns dos foodtrucks confirmados são SOA Catering, Crepez, Angus Grill, The Gourmet Bunker, Kombucha e Shuffa Deli.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Fabricação e venda de derivados da cannabis entram em vigor no país

Entra em vigor hoje a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que regulamenta a fabricação, importação e comercialização de produtos derivados da...

“Maconha é coisa de velho”, diz Fernando Henrique Cardoso

No Brasil só não enxerga o que acontece quem não quer. A maconha ou as drogas mais pesadas não estão apenas na favela, mas...

Alerj aprova pesquisa e cultivo da maconha medicinal no Rio

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou a realização de pesquisa e cultivo científico da maconha por associações de pacientes. A votação,...

10 universidades pelo mundo que oferecem cursos focados em maconha

A maconha medicinal vem ganhando espaço em diversos lugares do mundo. De olho nisso, algumas universidades estão buscando capacitar seus estudantes para trabalhar no...

Se eu quiser fumar, eu fumo

Dizem por aí que coisa alguma acontece por acaso. Aliás, que o próprio acaso é algo irreal — mesmo que nós ainda não sejamos...