Home Cultura Música Marcelo D2 anuncia produção de álbum do Planet Hemp na Bahia

Marcelo D2 anuncia produção de álbum do Planet Hemp na Bahia

O grupo se apresenta na Concha Acústica, em Salvador, neste domingo (14)

O rapper e vocalista do Planet Hemp, Marcelo D2, anunciou que vai produzir um álbum na Bahia. “Vamos passar uns 10 dias. Vamos produzir esse disco. Nós temos grandes amigos aí. A gente quer usar um pouco desses tambores, desse axé”, revelou o artista brasileiro em entrevista à Rádio Metrópole, durante o programa Jornal da Cidade, nesta sexta-feira (12).

por Adelia Felix,
no Metro1

Outros assuntos também foram tratados durante a conversa. Na oportunidade, o artista criticou a declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) que tentou defender sua indicação à Embaixada do Brasil nos EUA declarando que já fez intercâmbio e que chegou a fritar muito hambúrguer em meio ao frio. Ele também defendeu um debate mais inteligente sobre a legalização da maconha e comentou sua relação com haters nas mídias sociais.

– O Planet Hemp se apresenta na Concha Acústica, em Salvador, neste domingo (14), às 17h. Os ingressos variam entre R$ 50 e R$ 200, e podem ser adquiridos na bilheteria do local, SACs do Shopping Barra e Shopping Bela Vista ou pelo site Ingresso Rápido.

 

D2 sobre indicação do filho de Bolsonaro:

O rapper e vocalista da Planet Hemp, Marcelo D2, criticou a declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) que tentou defender sua indicação à Embaixada do Brasil nos EUA, declarando que já fez intercâmbio e que chegou a fritar muito hambúrguer em meio ao frio.

“Chega a ser meio ridículo. As pessoas estão votando pior do que votaram. A gente tem que repensar muito o que a gente quer para o futuro”, disse o artista brasileiro em entrevista à Rádio Metrópole, durante o programa Jornal da Cidade, nesta sexta-feira (12).

Na conversa, D2 também disse que não quer “agradar essa elite, essa classe privilegiada, que não quer abrir mão de seus privilégios”.

Ainda em entrevista, o rapper falou sobre sua relação com haters nas mídias sociais. “Nunca é bom abir uma rede social tua e ler tomara que teu filho pegue Aids, tomara que tua mãe tome um tiro na cabeça. Na época das eleições, me ameaçaram de morte. Eu tento manter minha calma”, contou.

Na oportunidade, o artista brasileiro defendeu uma discussão mais inteligente sobre a legalização da macanha do Brasil. “No Brasil, a gente tem tendência a seguir os gringos. Não tem mais por que proibir. É ridícula essa proibição da maconha. É uma questão de quando e não mais de se vai ser legalizada no Brasil”.

E, continua: “Você acha que quem gosta de cerveja, gostaria que fosse ilegal? Você acha que quem gosta de tabaco, gostaria que fosse ilegal? A ilegalidade só prejudica. A gente vive em um mundo tão hipócrita que não tem uma discussão sobre isso. Sempre baseado em religião. Uma hipocrisia do caramba”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Fabricação e venda de derivados da cannabis entram em vigor no país

Entra em vigor hoje a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que regulamenta a fabricação, importação e comercialização de produtos derivados da...

“Maconha é coisa de velho”, diz Fernando Henrique Cardoso

No Brasil só não enxerga o que acontece quem não quer. A maconha ou as drogas mais pesadas não estão apenas na favela, mas...

Alerj aprova pesquisa e cultivo da maconha medicinal no Rio

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou a realização de pesquisa e cultivo científico da maconha por associações de pacientes. A votação,...

10 universidades pelo mundo que oferecem cursos focados em maconha

A maconha medicinal vem ganhando espaço em diversos lugares do mundo. De olho nisso, algumas universidades estão buscando capacitar seus estudantes para trabalhar no...

Se eu quiser fumar, eu fumo

Dizem por aí que coisa alguma acontece por acaso. Aliás, que o próprio acaso é algo irreal — mesmo que nós ainda não sejamos...