Manifestação no Chile reivindica descriminalização da maconha

Clipadão

hempadao 7 maio, 2018

SANTIAGO — Ao ritmo de tambores, dezenas de milhares de pessoas tomaram no sábado a principal avenida de Santiago para pedir a regulamentação da maconha, especialmente o autocultivo, enquanto o Congresso debate a descriminalização do plantio de cannabis para uso medicinal.

Fonte: O Globo

A cor verde da droga estava presente nos cartazes e bandeiras da edição chilena da Marcha Mundial da Maconha. Um dos slogans escritos em uma placa gigante dizia: “não há mais proibição, regulamentação agora!”.

— Queremos mostrar que podemos marchar pacificamente, queremos regularizar o autocultivo, andar livremente com a maconha porque todos nós fumamos e não incomodamos ninguém — disse Cristian Olivares, de 27 anos, que participou da manifestação.

No Chile, o consumo privado de maconha é permitido, mas é proibido fazê-lo em vias públicas, compartilhar a droga ou vendê-la.

O Uruguai é o único país da América do Sul onde a venda de cannabis recreativa é regulamentada.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




[pro_ad_display_adzone id=17608]
[pro_ad_display_adzone id=17609]