Home Colunas WeedNews Maconha e o (des)governo Bolsonaro

Maconha e o (des)governo Bolsonaro

É uma relação meio ambígua: Embora eles sempre se refiram pejorativamente à erva, parece que o (des)governo Bolsonaro está cheio de marola. Alguém desvenda esse mistério?

Longe, muito longe, de mim querer dizer que essa galera curte a brenfa. Afinal, não fazemos nenhuma questão de ter esse pessoal no nosso time.

Em uma mesma semana, primeiro o ideólogo do governo aparece em um vídeo dizendo que “ficou meio alterado” depois de fumar maconha. Depois, o Ministro do Meio Ambiente sobe um vídeo do Bob Marley fumando maconha para debochar dos protestos contra ele próprio e suas medidas ministeriais. Fora isso, o que dizer dos traficantes que imprimem a cara de Bolsonaro na erva?

Como se não bastasse, rola pela Web uma acusação gravíssima engraçadíssima em que o YouTuber Tomazine diz que o filho de Jair é conhecido por já ter fumado maconha em sua época de adolescência.

Com todas essas evidências, mais o fato da larica ser pão com leite moça, alguns maconheiros estão achando que tem luz no fim do túnel desse quartel de loucuras. Será? Como diria Eltin, vocês “tão chapando demais”.

Maconha com a cara de Bolsonaro

Não que sirva como indício, mas sim como prova de que há maconheiros acreditando nessa boa relação do presidente com a erva: até trouxa de maconha fizeram com foto do Bolsonaro. Que marketing bosta, hein!?

Bolsobeck – Porções de maconha com foto de Jair Bolsonaro

As porções foram apreendidas pela Guarda de Mogi Mirim, em São Paulo. O adolescente que estava em posse da droga tinha 17 anos. Deve ser por isso, faltou formação política.

Na estampa é possível ver escrito: Bolso Bek e ainda “Na primeira legalizo”, frase que permanece uma incógnita mesmo após o fechamento dessa hemportagem.

Maconha do Bolsonaro, apreendida pela polícia Civil do Paraná

Junto com o menor, foram apreendidas 28 porções de cocaína, 37 dessa maconha ilustrada acima e… pasmem: sete reais em dinheiro. É, parece que a erva do presidente não tava vendendo muito não. Claro, se tu chega pra comprar sua erva e se depara com o selo do “mito”, você compraria? Sei não…

E, por incrível que pareça, esse não foi um caso isolado. A polícia civil de Sarandi, no Paraná, também encontrou 53 porções de maconha prontas para venda com adesivos que levavam caricaturas do Jair.

Ministro debocha da Oposição

Ricardo Salles, ministro do Meio Ambiente, debocha de opositores com vídeo de Bob Marley

A ferramenta favorita do presidente para causar polêmicas é mesmo o passarinho azul. O que é até bom, pois limita o número de caracteres e quantidade de palavras. Mas na busca por gerar memes e piadas, eles inovam e usam até vídeo.

Tudo bem que o de Bolsonaro no Carnaval é inesquecível. Mas o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, também está fazendo humor no twitter, ou ao menos tentando.

Para debochar dos opositores políticos, ele postou o vídeo de Bob Marley e outros rastas fumando nas montanhas e lançou a legenda: “os protestos continuam”.


Isso é inédito na história do Brasil. Mas outra iniciativa inédita foi o que aconteceu dois dias antes da postagem. Não foram um, dois, nem três, foram sete ex-ministros do meio ambiente que se reuniram para redigir um manifesto contra as políticas de Salles.

Sobre a postagem, o sempre ativo no twitter, Marcelo D2, comentou: “Tem algum adulto nesse governo? Patéticos”, disse o sagaz homem fumaça.

Ideólogo doidão?

“Eu fumei umas maconha e fiquei impressionado com o efeito”, diz o ideólogo do governo, Olavo de Carvalho, em uma pergunta sobre sua passagem breve por um hospital psiquiátrico.

Quer dizer que é compatível fazer discurso e política contra a erva e ser influenciado por um autor que já experimentou a ganja?

Mais uma vez, não que o Olavo jogue em nosso time. Pelo contrário, ele não é um usuário da erva, mas tem depoimento na web dizendo que curtiu a brisa. Nas palavras dele mesmo:

É muito piadista nesse governo, né? Só não tenho visto a graça…

Seus filhos fumam um?

Segundo nosso camarada Thiago Tomazine, uma possível explicação para que o Jair Bolsonaro não seja a favor da erva é por trauma familiar.

O vloggueiro afirma que, “na Tijuca, todo mundo conhece essa história” e que não é difícil encontrar relatos pela internet que confirmam essa e até outras práticas mais pesadas.

De novo, não seria legal ter um filho do Bolsonaro na roda dos maconheiros. Mas imagina se o cara gosta mesmo de dar um dois… aí sim, não vai ter jeito, a maconha vai acabar saindo queimada dessa história.

4 COMMENTS

  1. Se o governo de esquerda foi tão bom, em relação a erva, pq então não “liberou”?
    e julgar um governo, apenas, por questões de erva, é um tremendo egoísmo.Sou usuário, sei que não sou um eleitor, que não faço o perfil do atual governo, devido a isso……mais sei que não posso pensar só na questão da erva, e sim pensar nas outras diversas coisas que devem melhorar, e a esquerda não ia chegar nem perto disso.
    E mesmo que esse governo não melhore muita coisa(pois não sou cego de ja, ter certeza que tudo vai dar certo, sem aguardar), ja considero melhor, só por questões ideológicas. Por não apoiar facinoras como Maduro e etc.
    Marcelo D2, perguntando ” se tem algum adulto nesse governo?”, é uma ironia……
    Marcelo D2 fala de liberdade de expressão, e demais discursos clichê, mais não aceita, opiniões opostas.Como o caso, do Helio.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos Posts

Tendência, “cheiro de maconha” (quem diria) conquista marcas de perfume

O apelo dos perfumes cheirando a maconha pode estar em sua capacidade de trazer lembranças “Cheirar a maconha” já foi algo ruim, mas agora influenciadores...

O que é Haxixe? Origem, tipos e como fazer…

Todo bom maconheiro já ouviu falar ou teve a honra de degustar um bom hash. Mas como sempre tem alguém na dúvida... vale abordar...

Maconha vira matéria na Faculdade de Veterinária da UFSC

A Endocanabiologia (estudo das substâncias orgânicas e inorgânicas da Cannabis) já entrou para o currículo da Faculdade de Medicina Veterinária da UFSC (Universidade Federal...

Canabidiol até em bala de goma: o que a febre do produto nos EUA nos ensina

Três letrinhas vêm ganhando as prateleiras e os cardápios de diversos lugares cool dos Estados Unidos há mais ou menos um ano: CBD, de...

Plataforma amplia conhecimento sobre o uso medicinal da maconha

Batizada de CanTera, a ferramenta é voltada sobretudo para médicos. Entre 400 mil profissionais no Brasil, apenas mil receitam o produto discussão em torno da...