Home Notícias Ciência LSD e Psilocibina podem ajudar dependentes em álcool a parar de beber

LSD e Psilocibina podem ajudar dependentes em álcool a parar de beber

Psicodélicos, em situações específicas, podem ajudar pessoas que sofrem de depressão, TEPT (Transtorno de Stress pós Traumático) ou medo da morte advindo de doença terminal. Um novo estudo mostra que os psicodélicos como cogumelos mágicos e LSD podem ajudar no tratamento de outra doença: o alcoolismo.

O estudo, publicado em maio de 2019 no Journal of Psychopharmatology, pesquisou 343 adultos por dois anos. Aproximadamente três quartos dos participantes afirmaram ter problemas com AUD: a sigla, em inglês, é o termo médico utilizado para o vício em álcool).

Esses usuários crônicos de álcool disseram consumir cerca de 25 bebidas alcoólicas por semana ou 3,6 por dia, em média, há, pelo menos, sete anos.

O que aconteceu depois que essas pessoas experimentaram LSD ou psilocibina? Eles beberam bem, bem menos – uma média de 4,3 por semana. Isso significa uma redução de 83% no consumo de álcool, que continuou por um bom tempo depois do consumo de psicodélicos.

Ao final do estudo, a maioria dos participantes relataram uma redução dos sintomas de abstinência do álcool e diminuição da vontade de beber. Incrivelmente, de acordo com os pesquisadores, a maioria dos participantes já não eram mais classificados com AUD. Mas como os psicodélicos fazem os alcoólatras abandonarem a garrafa?

“Quando você conversa com alguém que conseguiu superar o vício, eles geralmente falam sobre como tiveram que responder perguntas gerais que se conectam com o que é importante na vida, ” afirma o especialista em vícios, Matthew Johnson, Ph.D, um dos autores do estudo. “Os psicodélicos provocam esse tipo de pergunta. Embora ainda tenhamos muito mais a explorar, acredito que seja a natureza intensa da experiência psicológica da droga que esteja por trás dessa alta taxa de sucesso.”

A profunda autorreflexão, então, parece ser o melhor presente dos psicodélicos para a cura. Um dos participantes do estudo afirmou que os psicodélicos “me permitiram sentir completo novamente e me forçaram a me reconectar com trauma emocional. Me acendeu uma luz para a natureza do vício e como isto nos escraviza – física, mental e espiritualmente. O vício nos priva de qualquer tipo de crescimento com ser humano, ” de acordo com Psychology Today.

O último estudo de Johns Hopkins complementa a pesquisa anterior da universidade sobre psicodélicos e vício. Em 2014, pesquisadores descobriram que a psilocibina poderia ajudar fumantes de cigarro a largar o vício também.

Isso significa que deveríamos todos migrar para Denver, onde os cogumelos foram recentemente descriminalizados? Não exatamente, mas deveria fazer com que os americanos fizessem uma grande reforma na política de drogas em todo o país.

Fonte: AQUI

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Fabricação e venda de derivados da cannabis entram em vigor no país

Entra em vigor hoje a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que regulamenta a fabricação, importação e comercialização de produtos derivados da...

“Maconha é coisa de velho”, diz Fernando Henrique Cardoso

No Brasil só não enxerga o que acontece quem não quer. A maconha ou as drogas mais pesadas não estão apenas na favela, mas...

Alerj aprova pesquisa e cultivo da maconha medicinal no Rio

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou a realização de pesquisa e cultivo científico da maconha por associações de pacientes. A votação,...

10 universidades pelo mundo que oferecem cursos focados em maconha

A maconha medicinal vem ganhando espaço em diversos lugares do mundo. De olho nisso, algumas universidades estão buscando capacitar seus estudantes para trabalhar no...

Se eu quiser fumar, eu fumo

Dizem por aí que coisa alguma acontece por acaso. Aliás, que o próprio acaso é algo irreal — mesmo que nós ainda não sejamos...