Home Blog Chá das Minas Álcool x Maconha – Quem leva a melhor?

Álcool x Maconha – Quem leva a melhor?

Há quem pense, e propague, que o álcool não é proibido porque faz menos mal que a maconha. Me ponho a pensar: de que álcool eles estão falando? Acontece que muita gente defende essa ideia apenas repetindo o que já ouviu durante todo esse tempo pela mídia. Se ao menos soubessem o que aconteceu na época da lei seca, conseguiriam entender do que nós estamos falando. A guerra contra a maconha é inútil, e a proibição é ideológica.

Além de endereços de sites em meu e-mail como disse no post anterior, guardo também revistas, muitas revistas. Dentre todas elas, uma é única e especial; a Super Interessante de Abril/2014 que fala sobre nada mais nada menos que: MACONHA.

Ela custou R$27,90 e lembro que reservei o dinheiro para esperar ela chegar nas bancas da cidade. O título é “A revolução da maconha – O mundo começou a ver a planta de outro jeito. Entenda por quê.” Assim como tenho xodó com meus livros, tenho xodó com essa revista também, pela capa que é linda (é em 3D) e pelo conteúdo que me ajudou a entender melhor e me apaixonar ainda mais pela erva.

Vira e mexe folheio-a novamente para que o conteúdo fique fresco na memória. Mas enfim… vamos aos fatos: numa das matérias da mencionada revista tinha uma que tratava dos mitos canábicos. Dentre esses mitos está o de que o álcool faz menos mal que a maconha e por isso não é proibido. Ela não defende com todas as letras a liberação da maconha mas faz um comparativo que é melhor que desenho. Só não entende quem não quer. Eis as informações:

SISTEMA CARDIOVASCULAR

Álcool – Fator de risco importante para hipertensão, derrame cerebral, arritmias cardíacas e cardiomiopatia alcoólica.

Maconha – Aumenta em 4,8 vezes o risco de enfarto em pessoas que já têm problemas cardiovasculares. Na ausência deles, não representa riscos.

DOENÇAS MENTAIS

Álcool – Aumenta em oito vezes a incidência de doenças psicóticas em homens e, em mulheres, três vezes.

Maconha – Fator de risco para o desenvolvimento de doenças psicóticas, como esquizofrenia e depressão.

GRAVIDEZ

Álcool – Causa síndrome alcoólica fetal, quadro que inclui retardo mental, limitações de crescimento e diversas deformações na face. Mais comum no caso de consumo pesado no primeiro trimestre de gestação, mas não há dose segura.

Maconha – Há poucos estudos. Em alguns, há indícios de que cause reduções pequenas no peso de recém-nascidos e alterações reversíveis de comportamento..

FÍGADO

Álcool – Produz cirrose, fígado gorduroso e hepatite, Principal causa de mais de 30% dos casos de câncer hepático

Maconha – Sem danos comprovados

PÂNCREAS

Álcool – Causa cerca de 70% dos casos de pancreatite. A versão mais aguda pode ser fatal.

Maconha – Sem danos comprovados

SISTEMA REPRODUTOR

Álcool – Fator de risco de disfunção erétil. Reduz a fertilidade de homens e mulheres.

Maconha – Há poucos estudos, mas há indícios de que pode reduzir a fertilidade de homens e mulheres.

CÂNCER

Álcool – Causa comprovada de diversos tipos de câncer (boca, faringe, esôfago, fígado, intestino e mama)

Maconha – Associada com mais incidência de câncer de testículos.

SISTEMA RESPIRATÓRIO

Álcool – Causa alterações nos alvéolos que podem causar síndromes respiratórias agudas em caso de pneumonia.

Aumenta as chances de bronquite crônica e reduz a capacidade respiratória.

COMPORTAMENTO VIOLENTO

Álcool – Pode ser relacionado à maior agressividade, especialmente em pessoas com tendência para reprimir sentimentos negativos. Está associado à violência doméstica em diversos estudos.

Sem associações.

*Todos os problemas são decorrentes do uso quase diário ao longo dos anos, a não ser no caso dos itens “comportamento violento e dose fatal”

Uma coisa é certa, contra fatos não há argumentos; ou pelo menos não deveria. Não é preciso curso universitário para perceber que individualmente o álcool faz um dano bem maior, tantos na pessoa que consome, quando nas pessoas que convive com quem bebe e também a sociedade no geral sofre com essa droga lícita.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Ajude a bolar a nova identidade visual da ACUCA-SP!

ONG voltada a cultura canábica organiza concurso para nova identidade visual. Participe! Cultura Cannábica é um termo bastante amplo, que abrange todo conhecimento sobre os...

Anvisa adia decisão sobre maconha medicinal

Após dois pedidos de vista, regulamentação do uso do cannabis para tratamento médico provavelmente voltará a ser debatida em 15 dias BRASÍLIA — A decisão...

De saúde ao mundo dos negócios, a maconha é uma fábrica de notícias

Falamos da cannabis abordando diferentes aspectos: saúde, economia, segurança pública, cultura, história, esportes… por João Henriques / Ilustração: Felipe Navarro Antes de começar a leitura deste...

Nelson Motta revela que fuma maconha todos os dias há 55 anos

Jornalista, que está com 74 anos, falou com naturalidade sobre seu hábito diário de consumir cannabis e ainda atestou: "Tenho uma memória incrível" Sem tabus...

Governo age para brecar liberação da maconha medicinal

Projeto de Lei que regulamenta venda de remédios e uso está parado na Câmara, enquanto Anvisa adiou votação de regulamentação do plantio revista para esta...