Home Clipadao Justiça da África do Sul libera uso pessoal de maconha

Justiça da África do Sul libera uso pessoal de maconha

Fonte: Folha

A Corte Constitucional da África do Sul decidiu nesta terça-feira (18) descriminalizar o consumo privado de maconha, em uma sentença histórica aprovada de forma unânime.

A lei que proíbe o consumo de maconha em casa por parte de adultos é “inconstitucional e, por consequência, nula”, afirmou o juiz Raymond Zondo ao ler a decisão do principal tribunal do país, com sede em Joannesburgo.

image

“Não será mais crime para um adulto consumir, ou possuir, maconha a título privado para seu consumo pessoal em casa”, completou.

A corte ordenou ao Parlamento a elaboração de uma nova lei no prazo de dois anos.

A sentença foi recebida com aplausos por defensores da legalização. Do lado de fora do tribunal, várias pessoas fumaram maconha para celebrar a decisão.

Em 2017, um tribunal provincial de Cabo Ocidental (sul) havia decidido que a proibição de que os adultos consumissem maconha em seus domicílios era inconstitucional. Esta decisão descriminalizou o consumo desta droga na província.

Mas os Ministérios de Justiça, Polícia, Saúde e Comércio recorreram à Corte Constitucional, estimando que “havia uma prova objetiva dos efeitos negativos da maconha”.

Diante do governo, os usuários de maconha defenderam seu consumo, argumentando que a proibição “se intromete de forma injustificável na esfera privada” e viola, assim, todos os direitos constitucionais.

A justiça lhes deu razão nesta terça-feira. Sua decisão não descriminaliza o uso da maconha em público, nem sua comercialização.

“A erva é legal agora”, lia-se em cartazes carregados pelos manifestantes em frente ao tribunal.

“Estou contente. Não serei mais acusado por posse” de maconha, comemorou Ruaan Wilson, de 29 anos, fumando um baseado. “Agora a polícia pode se concentrar nas verdadeiras drogas e nos criminosos.”

A posse, o cultivo e o consumo de maconha estavam proibidos até agora, mesmo em pequenas quantidades.

“Esta decisão deveria ter sido tomada há muito tempo”, reagiu Moses Mayekiso, presidente do partido Mudança Democrática Africana. A maconha tem o “poder de ajudar a população, economicamente e no plano médico”, acrescentou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

LegaLive #01 – Dudu Ribeiro: Racismo e Proibição das Drogas

Demorou! Mas o Hempa enfim mergulhou no mundo das Lives! E inauguramos o quadro em grande estilo, com o historiador e ativista Dudu Ribeiro,...

“Maconha.doc – Salvando Brisas e Vidas”, documentário feito por Lucas Maciel

O youtuber e comunicador Lucas Maciel preparou um documentário sobre maconha gravado lá no Uruguai. Desde 31 de maio está sendo upado na conta...

52% dos jovens usam psicoativos para lidar com a pandemia no Brasil

A pandemia causada pelo novo coronavírus impactou os hábitos dos brasileiros de maneira profunda — inclusive na relação com as substâncias psicoativas. Estudo inédito aponta que...

Canabidiol desenvolvido na USP chega às farmácias

Fitofármaco derivado da maconha pode ter diversas aplicações terapêuticas. Produto foi criado em parceria com uma indústria farmacêutica do Paraná O primeiro extrato de canabidiol...

Quarentena canábica

Todas as fragilidades da nossa sociedade vem à tona em momentos como o atual, em que vivemos em meio a uma pandemia de coronavírus....