Home Notícias Economia Herdeiro da Coca-Cola é detido em jato particular com 5 mil pés...

Herdeiro da Coca-Cola é detido em jato particular com 5 mil pés de Maconha

 

Fortuna do herdeiro da Coca-Cola já está sendo investida em negócios relacionados ao universo da maconha

Alkiviades David nasceu em maio de 1968 em Lagos, na Nigéria. Filho de família grega, ele é um dos homens mais ricos do mundo, sua fortuna, segundo relatos da mídia especializada, está avaliada em mais de US $ 3 bilhões.

por Flávio Kamikaze

O bilionário é um integrante da família Leventis, donos da Leventis-David Group, onde ele assume o papel de herdeiro do trono. As fábricas são responsáveis pelo engarrafamento da bebida por toda a Europa, além de ser proprietário de diversas outras empresas espalhadas pelo mundo que vão de site de compras, serviço de streaming de TV online (Film On) até agência de modelos, no caso, a Independent Models, o que faz dele uma celebridade um tanto polêmica e com voz ativa quando o assunto é a legalização da maconha em todo o mundo.

David trabalhou também como ator, fazendo algumas participações em seriados de TV e filmes, chegando a contracenar com ninguém menos que o renomado ator britânico Jason Stathan no filme The Bank Job de 2008. Mas parece que o empresário já está pensando no seu próximo grande negócio, o mercado da maconha.

No último dia 13 de maio, o magnata que se auto-descreve como “excêntrico”, acabou sendo detido no Aeroporto Internacional Robert Llewellyn Bradshaw, situado a nordeste de Basseterre, na ilha de São Cristóvão – Caribe.

A Unidade Anti-Narcóticos encontrou a bordo do jato particular de David aproximadamente 5.000 plantas de maconha, o equivalente a 1,3 mi de dólares em cannabis, além de sementes e uma série de outros produtos derivados da erva. Em sua defesa, “Alki”, como é popularmente conhecido, disse que as plantas descobertas em seu avião são uma espécie de prima da cannabis geneticamente modificadas e que seriam utilizadas em seu novo investimento.

Com ele, estava seu sócio Chase William Ergem e o modelo e ator irlandês Jonathan Rhys Meyers, que em 2005 interpretou Elvis Presley na minissérie Elvis, onde ganhou ainda mais notoriedade. Diante da acusação de transporte ilegal, reforçou o que já havia dito anteriormente.

De olho na erva

Em 30 de abril, antes da sua prisão, ele afirmou ao site Globe Newswire que tem como objetivo desenvolver o cultivo de maconha em países do Caribe Oriental, como Saint Kitts-Nevis, Dominica e Antígua. Segundo ele, os planos não parariam por ai, considerava também a ideia de comprar terras agrícolas e criar parcerias com os agricultores locais, gerando diversos empregos, o que o levou a realizar reuniões com líderes empresariais e governamentais pautando a expansão do projeto já no mês de maio.

Só que David não contava com tal contratempo. Ele foi liberado após pagar uma fiança de US$ 30.000.

Um Sócio de respeito

Charles William Ergen, presidente da Dish Network e EchoStar

Charles William Ergen (nascido em 1 de março de 1953) é um empresário americano co-fundador e atual presidente da Dish Network e EchoStar. Ele deixou o cargo de CEO da Dish em maio de 2011 em favor de Joseph Clayton. Ergen assumiu a presidência da Clayton em 31 de março de 2015 e atuou como CEO até 5 de dezembro de 2017, quando ele promoveu o presidente e COO Erik Carlson para CEO.

Além da amizade, uma das semelhanças entre os sócios magnatas é justamente o poder de enxergar o futuro, ambos são uma espécie de “midas”, da mitologia grega, que tornava ouro tudo aquilo que tocava. Eles acreditam que o negócio da maconha é realmente um mercado promissor.

Coca-Cola e a Maconha

Tudo indica que não é apenas a Swissx, de David, que tem interesse no mercado canábico, que já vem fazendo sucesso no Canadá. A própria Coca-Cola está considerando utilização do canabidiol (CBD), que é uma componente da maconha, porém livre de psicoativos, em um novo tipo de bebida. Vale ressaltar que já existirem bebidas com CBD em sua composição, como algumas cervejas canadenses, por exemplo.

A diferença entre os dois negócios é que a Swissx tem uma série de produtos onde se emprega CBD, além de acessórios diversos para quem aprecia o uso da droga de forma recreativa enquanto a Coca-Cola visa a utilização da substância apenas em suas bebidas. Não se sabe ainda em que pé andam as negociações, nem se a Coca- Cola pretende criar uma nova bebida ou usar  a substância em uma das suas versão já inventadas.

A Coca-Cola já chegou a se pronunciar através de seu porta-voz, Kent Landers, que vem tendo conversas com a produtora de maconha canadense Aurora, para desenvolver uma nova bebida. “A empresa está acompanhando de perto o crescimento do CBD como ingrediente em bebidas funcionais de bem-estar em todo o mundo” disse Kent.

Cannabis e Negócios

Após a maconha ser legalizada no Canadá para fins medicinais e recreativos, foi preciso aumentar a produção, uma vez que os estoques baixaram drasticamente nas lojas. Já nos EUA, mesmo não sendo legalizada em todos os estados, já se tem registro que a luz dos olhos de David movimenta mais de US$ 10 bilhões e, segundo mostra o levantamento do Banco de Montreal, no mundo, o mercado chegará a movimentar US$ 194 bilhões até 2026, sem contar com os muitos países que ainda irão legalizar a droga, bem como o número de novos adeptos que se mantém crescendo a cada dia no mundo todo.

Segundo a Agência Oficial de Estatísticas do país, no ano passado houve o aumento de oportunidades de emprego no Canadá, o que fez a taxa de desemprego cair. A legalização ocorreu em 17 de outubro de 2018 e já em novembro a taxa de desemprego foi de 5,6%, 0,2 pontos a menos que no mês anterior, quando ainda não havia acontecido legalização. Desde 1976 foi o nível mais baixo, resultando em 94.000 novos empregos em terras canadenses, o que faz homens poderosos como Alki e Ergen não desistirem desta nova empreitada. O episódio acabou mostrando ao mundo de forma escancarada que o futuro, o da revolução econômica da maconha, já está acontecendo.

1 COMMENT

  1. Todos nós sabemos que o principal argumento para legalizar a maconha no Brasil será o econômico. ????????????????

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

De saúde ao mundo dos negócios, a maconha é uma fábrica de notícias

Falamos da cannabis abordando diferentes aspectos: saúde, economia, segurança pública, cultura, história, esportes… por João Henriques / Ilustração: Felipe Navarro Antes de começar a leitura deste...

Nelson Motta revela que fuma maconha todos os dias há 55 anos

Jornalista, que está com 74 anos, falou com naturalidade sobre seu hábito diário de consumir cannabis e ainda atestou: "Tenho uma memória incrível" Sem tabus...

Governo age para brecar liberação da maconha medicinal

Projeto de Lei que regulamenta venda de remédios e uso está parado na Câmara, enquanto Anvisa adiou votação de regulamentação do plantio revista para esta...

Pesquisadora defende regulamentação da Cannabis Medicinal: ‘Temos de saber o que o paciente está tomando’

Akemi alerta para o risco do uso do medicamento sem orientação Na próxima terça-feira, quando a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) julgar se regulamenta...

Pedidos para maconha medicinal triplicam nos tribunais mineiros

O uso da maconha medicinal no tratamento de epilepsias, esclerose múltipla, dor neuropática e paralisia cerebral tem ganhado cada vez  mais força em Minas....