Faustão alimentando o preconceito contra a maconha e o reggae

WeedNews

hempadao 25 março, 2018

Assistir ao Domingão do Faustão é altamente desaconselhado em qualquer ocasião e recomendamos adotar a tática do desprezo, fingindo que o programa nem existe. Mas como o apresentador resolveu falar de forma debochada sobre maconha a história tem que virar notícia no Hempa.

No último final de semana, Faustão chamou ao palco do programa o cantor Alexandre Pires e disse que ele cantaria a famosa música “Barata da Vizinha” em forma de reggae e soltou uma pérola. O apresentador afirmou que esta participação era em “homenagem à galera que acende um cigarrinho do demônio”, fazendo uma alusão à maconha.

Além de reforçar o estereótipo de apontar todo fã de reggae como usuário de maconha, Faustão ainda alimenta outro velho preconceito de classificar a cannabis como coisa do Diabo.

Para o leitor do Hempadão a piadinha pode passar batida, mas essa reação pode ser bem diferente na casa da família brasileira que ainda não foi introduzida no debate sobre a legalização da maconha e os mitos que sustentam a proibição da erva.

A superação do preconceito contra usuários de maconha não é tarefa fácil e a luta por uma cultura de respeito não vai terminar com a sonhada legalização. Provavelmente o preconceito vai continuar firme e forte mesmo depois do fim da proibição.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




[pro_ad_display_adzone id=17608]
[pro_ad_display_adzone id=17609]