Home Colunas Hemportagem Dirigir fumando Maconha: É seguro?

Dirigir fumando Maconha: É seguro?

Estudo sugere que quase metade dos norte-americanos que consomem a erva consideram tranquilo dirigir depois de fumar um. E você, o que acha?

A pesquisa, feita pelo PSB Research, encomendada pelo BuzzFeedNews, descobriu que 17% dos usuários de maconha consideram dirigir chapado “muito seguro”, enquanto 31% optaram pela resposta: “um pouco seguro”. 46% discordaram, dizendo que pilotar sob efeito da erva não é seguro. E 6% dos usuários disseram que não sabiam. De duas uma: ou nunca dirigiram,  ou estavam tão chapados que nem uma enquete conseguiram responder – deixa essa turma longe da direção, por favor.

Metade dos maconheiros nos EUA acham que é tranquilo fumar e dirigir

O estudo entrevistou 1200 norte-americanos e canadenses e descobriu que 27% dos participantes eram usuários de cannabis. Entre os não-fumantes, a opinião ficou bem diferente: apenas 14% dos entrevistas que não usam maconha acreditaram que é de boa fumar um e pilotar por aí. Enquanto isso, 75% acharam que a atitude é “não segura”. Entre os não usuários, 11% não sabiam opinar. É, se nunca fumaram, fica difícil dizer…

Na prática

Se por um lado o THC pode prejudicar os níveis de atenção do usuário, assim como a percepção do tempo, ideias e velocidade, ele também pode acabar compensando de alguma forma. Uma análise de 2010, publicada no American Journal of Addiction, defende que “a cannabis e o álcool prejudicam de forma significativa várias habilidades relacionadas à direção, os fumantes de maconha tendem a compensar de forma eficaz enquanto dirigem utilizando uma variedade de estratégias comportamentais”, como por exemplo ir bem devagarinho na pista da direita enquanto queima aquela sardola.

Sendo assim, enquanto “estudos cognitivos sugerem que o uso da cannabis pode levar a condução insegura, estudos experimentais sugerem o oposto”, diz a publicação.

Famosa cena do filme Cheech & Chong em que pilotam chapados em meio a névoa da marola

Risco Moderado

Imagina se pudêssemos fazer um teste dando álcool a metade dos participantes da pesquisa e maconha a outra turma. Depois, todo mundo faz teste de pilotagem em um mesmo simulador de direção. Como nos EUA a maconha é legalizada em diversos Estados, eles não precisam mais imaginar, eles fizeram o teste!

Os pesquisadores concluíram que os maconheiros se mostraram “mais cautelosos, exibindo velocidades médias reduzidas, maior tempo dirigindo abaixo do limite de velocidade e aumentando a distância entre os carros da frente”, embora tenham tido mais dificuldade de manter o carro dentro da pista (desculpa, Ganso).

Ou seja, pode ser que tenha mais arranhados e misturas de tintas por aí, mas menos acidentes fatais. Será?

Redução de Danos

Batidas de carro matam, maconha não. Não é a toa que muita gente já faleceu (mesmo sem drogas ao volante) devido acidentes automobilísticos, mas ninguém nunca conseguiu ter uma overdose de maconha. O que isso quer dizer? É que, independentemente do uso de maconha, acidentes vão ocorrer no trânsito.

14% dos maconheiros nos EUa acha que é “muito seguro” dirigir sob efeito da erva

Agora, em locais que legalizaram o uso de maconha, será que houve aumento de acidentes fatais? Um estudo publicado pela American Public Health Association diz que… a reposta é: não. No entanto, outras duas pesquisas apontam que o número de acidentes são sim mais comuns nas regiões que descriminalizaram o uso da erva. Aí tem que contar o fator felicidade também, né? Daqui a pouco o pessoal acostuma a nova realidade.

Pilotar Fumando?

Não é novidade para o mundo da marola que automóveis servem como sauna canábica. Se estiver parado, menos mal, o lance é que muitas vezes os usuários fazer isso andando por aí, quase que para testar os freios do camburão.

Vale a atentar para alguns pontos, nesse caso:

  • Evitar fumar haxixe!
    Se você é fã da resina natural extraída da maconha já sabe do que eu estou falando. O haxixe é campeão mundial em furar bancos e bermudas, sobretudo se não for um hash de boa qualidade ou foi mal apertado. Acredite, você não vai querer um meteoro aceso caindo nas suas pernas se você estiver à 100 km por hora.
  • Fumar dirigindo é outro crime
    A essa altura do campeonato eu tenho certeza que você sabe que fumar maconha é ilegal no Brasil, claro. Mas o que talvez você não tenha se ligado é que fumar maconha ao volante significa, para lei, outro crime: que é o de pilotar automotivos sob efeito de drogas. Portanto, você pode responder pelas leis de trânsito e ter multas ou sanções legais diferentes de se tivesse sido pego fumando no ônibus – sendo passageiro, claro. Por isso, se o carro tiver cheio na hora da abordagem, o piloto não fumou.

    Álcool e maconha podem prejudicar as habilidades de direção. A diferença é que, com maconha, os pilotos se mostraram mais cuidadosos.
  • Joga fora o Flagrante
    Em casa menos mal você manter aquele cinzeiro gordão, cheio de pontas. Mas evite fazer isso no carro, afinal, em casa de blitz, uma única ponta encontrada pelo veículo pode acabar te complicando. Mesmo que não seja flagrante suficiente para assinar, uma única bagana perdida pode ter fazer perder aquele tempo de conversa com as autoridades, se é que me entendem.
  • Janela aberta ou janela fechada?
    Dentro da espécie de maconheiros que fumam pilotando existem duas tribos: a que fuma explanando a deus e o mundo e àqueles adeptos do desodorante de marola. A primeira, são os da janela aberta. Eles alegam preferir fumar assim pois (acham que) não ficam impregnados com o cheiro, mas pode ver que todo motoboy que passa fica pescoçando de onde está vindo aquele cheirão da erva.
    Já o segundo time, os janela fechada, se dizem mais espertos por não deixarem o flagrante ir por aí dando socos na narina alheia. No entanto, tomara que o carro seja seu, pois acho que alguém vai precisar pagar uma lavagem completa.
    Para resolver essa dúvida sem fim, talvez a melhor tática seja mirar no meio, nem oito nem oitenta. Baixar as janelas de trás para escoar a fumaça e as da frente mantêm, ou deixa levemente aberta. Quer dizer, isso se você for um motorista profissional que esteja transportando maconheiros. Se for pitar na direção, evite… fume na janela de casa.

E o piloto estar Doidão?

A pesquisa também perguntou sobre o que achavam os entrevistados sobre como era a sensação de estar em um carro pilotado por alguém sob efeito da maconha. Novamente, as opiniões entre usuários e não-consumidores foi bem diferente.

Enquanto 56% dos maconheiros disseram que ficariam tranquilos em andar com alguém chapado, o número entre não-usuários com a mesma resposta baixou para 16% dos entrevistados. Lembre-se disso quando estiver chapado pilotando para pessoas “caretas”. Você vai estar super tranquilo dirigindo, mas ela nem tando no carona.

Tá acabando a festa

Eu não sei pelos outros lugares do Brasil e do mundo, mas pelo Rio de Janeiro a marola dentro do carro está prestes a acabar. Em março deste ano as autoridades, encabeçadas por Sérgio Moro, confirmaram que, ainda este ano, os pilotos que passarem pela Lei Seca também terão que ser submetidos a exame do “drogômetro”.

De acordo com Luiz Beggiora, novo responsável pela gestão da Secretaria Nacional sobre Drogas (SENAD), o projeto do novo aparelho é prioridade para “reduzir o número de acidentes e mortes no trânsito.

Quer saber como funciona o aparelho? Segue explicação bem didática, abaixo:

Explicação bem didática, publicada pelo portal Zero Hora

Penalidades

Antes de acender e sair pilotando por aí, não diga que não avisei, tome muito cuidado! Se for pego, você estará infringindo o código 165 do Código de Trânsito Brasileiro, multa gravíssima: Dirigir sob influência de álcool ou qualquer outra droga psicoativa que determine dependência. Açúcar, vale então?

O valor da multa será aproximadamente três mil reais. A medida administrativa tomada será recolhimento do documento de habilitação, apreensão do veículo e suspensão do direito a dirigir.

Só que, como disse, também tem a penalidade do artigo 306 do mesmo Código, que diz, “conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada em razão de influência de álcool ou outra substância psicoativa que determine dependência”, novamente.

E, nesse caso, a pena pode ser de detenção de seis a três anos, seguido de multa e suspensão, além de proibição de ser obter habilitação novamente.

Pilotar fumando pode se tornar uma grande Bad Trip: Cuidado!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos Posts

Nate Diaz fuma maconha em treino aberto do UFC nos EUA

Atração no UFC 241, californiano ainda ofereceu cigarro a fãs O longo tempo de ausência no Ultimate Fighting Championship não mudou a velha ousadia de Nate Diaz. Um...

Governo não pode deturpar o que estamos fazendo, diz presidente da Anvisa sobre maconha medicinal

A proposta da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de regulamentar o cultivo da cannabis para pesquisa e produção de medicamentos colocou o órgão...

Com drogas e perrengues, festivais brasileiros tentaram recriar Woodstock

A expectativa era de 50 mil pessoas, mas só um décimo desse público chegou. O que ficou de lembrança foram os pulos de Tony...

Osmar Terra cita informações falsas ao discutir legalização da maconha

O ministro da Cidadania, Osmar Terra (MDB), tem usado informações e dados falsos ao falar sobre a possível legalização do plantio de maconha para...

Consultas públicas sobre cannabis medicinal terminam no dia 19

Terminam na próxima segunda-feira, 19 de agosto, as consultas públicas 655 e  654, da Anvisa, sobre a regulamentação do cultivo da maconha para fins medicinais e científicos no...