Home Blog GanjaNews Descarboxilação da cannabis e o porquê que toda mulher deveria saber sobre…

Descarboxilação da cannabis e o porquê que toda mulher deveria saber sobre…

por Sônia Mellone, @ganjanews

Descarboxilação é o processo que basicamente remove moléculas de CO2 através de luz e calor, convertendo o THCA e CBDA em THC e CBD sem danificar os terpenos presentes. Esse processo é aplicado na culinária, produção de cápsulas e extratos.


Figura retirada do trabalho de doutorado intitulado “Caracterização química da planta Cannabis Sativa L. a partir de sementes apreendidas pela polícia federal no estado do Rio Grande do Sul

Como a descarboxilação ocorre na presença de luz e calor, nós temos que fornecer tal condição para que ocorra. Então a temperatura ideal é entre 82.2 ⁰C e 115.5⁰C. Já em temperaturas altas (aproximadamente 160⁰C) acaba convertendo o delta-9-THC em delta-8-THC e CBD para o CBN (o CNB é um canabinoide com efeito mais sedativo).

Fique atentx: a temperatura de ebulição (quando passa do estado líquido para o gasoso) é bem mais alta do que a temperatura usada na descarboxilação, mas não é por isso que você vai deixar de ter o cuidado especial na hora de descarboxilar. No THC, por exemplo, a temperatura de ebulição é entre 157⁰C e 220⁰C.

Agora que já temos uma ideia sobre a descarboxilação, por que é tão bom e para quê você aí precisa disso, especialmente as mulheres? Uma das aplicações (que eu mais gosto) é a possibilidade de fazer um óleo-lubrificante totalmente natural para deixar a nossa amiga (vagina) mais “relaxada“ além de vários outros benefícios.

Existem algumas marcas, inclusive uma brasileira (XapaXana), que produzem esse tipo produto e seus efeitos já são bem conhecidos e descritos como, por exemplo, a possibilidade de orgasmos múltiplos e até mesmo com duração de 15 minutos.

O lubrificante de cannabis leva apenas maconha e óleo de coco e se faz a partir da descarboxilação. Simples, não? Esse lubrificante natural é ótimo para nós, mulheres.

A absorção da cannabis na pele não é tão efetiva como quando fumamos ou comemos. Porém o tecido mucoso -não necessariamente apenas o que envolve o clitóris e os grandes lábios- mas a mucosa vaginal em si apresenta uma absorção muito maior. Tanto que é recomendado usar o óleo-lubrificante no clitóris, grandes e pequenos lábios e dentro da vagina (onde apresenta a maior absorção).

Para nós mulheres, a maconha nos ajuda a sair de dentro de nossas cabeças nos conectando mais com nossos corpos. Além disso, a cannabis faz com que o nosso corpo responda com maior prazer e maiores sensações – isso é quando fumamos!

O THC é um vasodilatador e ao usar o óleo-lubrificante, vai acabar dilatando os vasos nos proporcionando uma ereção. Além disso, deixa a flor mais molhada aumentando a excitação e sensações – que pode ser sozinha ou com parceirx. Lembre-se que os efeitos aparecem após a absorção que vai de 15 a 40 minutos.

Para fazer o óleo-lubrificante de cannabis é muito simples e você precisará de: cannabis e óleo de coco.

Sendo assim, resolvi trazer um dos modos de preparo do óleo-lubrificante:

Você vai precisar de:

– Jarro ou recipiente de vidro que caiba a quantidade que você deseja fazer
– 8 gramas de cannabis para 235ml de óleo de coco
– Forno
– Forma que seja suficiente para espalhar a quantidade desejada de cannabis
– Balança
– Algo para triturar a cannabis (moedor, processador de comida, tesoura, etc)
– Gaze de algodão cru (aquela não branqueada)
– Frasco de vidro com tampa spray ou conta-gotas

Modo de preparo:

1- Pré-aqueça o forno a 240⁰C por 5 minutos e depois baixe para 105⁰C~115⁰C.

2- Coloque a cannabis triturada numa forma, espalhe e tampe com papel alumínio. Leve ao forno por 30min.

3- Em uma panela, coloque o óleo de coco e aqueça até que fique quente ao toque. Reserve.

4- Quando a cannabis estiver pronta, coloque o óleo na forma e misture. Tampe com papel alumínio e leve ao forno (110⁰C) por mais 40min.

5- Depois de 40min, misture e filtre com quatro camadas de gaze de algodão cru e usando o jarro/recipiente de vidro para coletar o filtrado. Coloque tudo e aperte para extrair o restante.

6- Espere esfriar e seu óleo-lubrificante está pronto para uso.

Dicas:
– Teste sozinha por meio da masturbação para você saber como sua amiga irá reagir;
– Na hora de filtrar, use recipiente de vidro para recolher o filtrado;
– Para guardar o lubrificante, recomenda-se recipiente de vidro com tampa de spray para melhor uso;
– Ao transferir do jarro para o pote de vidro spray ou de tintura, use um funil para ajudar;
– Se não quiser dar pala com o cheiro, frite bacon ou algo que ajude a mascarar o cheiro.

Aproveitem!

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Dia Mundial do Alzheimer: tratamento com Cannabis Medicinal tem se mostrado eficaz para cuidados paliativos da doença

Apesar de ser uma doença sem cura, é possível diminuir o sofrimento do paciente e de seus familiares INDEOV, empresa brasileira especializada no acesso à...

Maconha sem Tabus: Vem aí 2º gibi do CannabiComix!

Ainda dá tempo de garantir sua cota no financiamento coletivo do lançamento do gibi "Maconha sem Tabus" Gibi é uma palavra que estreou no Brasil...

CDH deve decidir sobre maconha medicinal na próxima quinta

Com grande comparecimento de senadores, a expectativa era de análise do relatório sobre a sugestão, mas a elaboração de um novo relatório e um...

Alta Sacerdotisa: A arte de viajar entre Flores e Pedras

Cristais vem do coração da Terra, levam milhares de anos para se formar e, com isso, carregam mensagens e energias oriundas dos elementos naturais Esses...

Encontro com Fátima ganha elogios ao abordar maconha medicinal: “Chorando”

O Encontro com Fátima Bernardes abordou hoje, no começo do programa, o tema da maconha medicinal. A apresentadora trouxe para o palco o empresário...