Home Cultura Carl Sagan escreveu ensaios chapado de maconha e dizia que a erva...

Carl Sagan escreveu ensaios chapado de maconha e dizia que a erva lhe dava ‘inteligência e sabedoria’

Cientista, físico, biólogo, astrônomo, astrofísico, cosmólogo, escritor, divulgador científico e ativista. O norte americano Carl Sagan foi sem dúvida uma das mentes mais brilhantes que o mundo já conheceu, capaz de transmitir assuntos complexos através de uma simplicidade que poucos conseguem sustentar. Morto em 1996 aos 61 anos, o que poucos sabem é que este gênio era um consumidor ávido de maconha, pois dizia que a erva lhe dava ‘inteligência e sabedoria’.

por: Gabriela Glette / Fonte: Hypeness

carl sagan e maconha 1

Apesar de ter nascido em uma época em que a cannabis não somente era demonizada, quanto proibida, Sagan foi um promotor permanente do uso ordenado da erva, tida por ele como extremamente positiva à humanidade. O primeiro contato com a maconha aconteceu quando ele cursava o doutorado na Universidade de Chicago, aos 25 anos. A partir daí, seu relacionamento com a cannabis deixou de ser temporário, para ser algo permanente.

carl sagan e maconha 2

Muitos anos depois, o cientista revelou que muitos de seus ensaios e escritos foram desenvolvidos acompanhados de maconha, assim como em seus discursos, cursos e palestras públicas. Segundo ele, a cannabis aguçava todos os seus sentidos, e o ajudava a aumentar seu prazer em comer, ouvir música e até mesmo fazer sexo.

carl sagan e maconha 3

A primeira declaração de amor pública foi feita no livro de Keady Davidson “Reconsiderando a maconha”, de 1971, no qual Sagan publicou um ensaio assinado anonimamente defendendo sua perspectiva sobre a maconha, refletindo a realidade aumentada e a apreciação estética concedida pelo uso dela. A erva o ajudou a entender, através de uma percepção existencial, que a humanidade estava cheia de hipocrisias. Expressando claramente sua ampla oposição às leis antidrogas de sua época, ele criticou o sistema por gastar milhões de dólares para combater algo que eles mesmos estavam estimulando: o consumo.

carl sagan e maconha 4

Em livro publicado em 1977, “Dragões do Éden”, Carl Sagan destaca sua admiração por caçadores de pigmeus que cultivavam maconha como sua única colheita agrícola e a fumavam ritualmente antes de pescar. Ele até sugeriu: “Seria ironicamente interessante que, na história da humanidade, o cultivo de maconha geralmente levasse à invenção da agricultura e, portanto, à civilização”.

carl sagan e maconha 5

Enquanto lutava contra o câncer, a maconha permaneceu em sua vida, lhe ajudando a conter os sintomas de seu tratamento. Segundo ele: “Era uma tentativa de se aproximar do paraíso e fugir do inferno.” Hoje, sua esposa – Ann Druyan continua lutando para defender e promover seu legado em favor da cannabisFelizmente,vários avanços estão surgindo neste sentido e a erva começa a ser absolvida.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Fabricação e venda de derivados da cannabis entram em vigor no país

Entra em vigor hoje a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que regulamenta a fabricação, importação e comercialização de produtos derivados da...

“Maconha é coisa de velho”, diz Fernando Henrique Cardoso

No Brasil só não enxerga o que acontece quem não quer. A maconha ou as drogas mais pesadas não estão apenas na favela, mas...

Alerj aprova pesquisa e cultivo da maconha medicinal no Rio

A Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou a realização de pesquisa e cultivo científico da maconha por associações de pacientes. A votação,...

10 universidades pelo mundo que oferecem cursos focados em maconha

A maconha medicinal vem ganhando espaço em diversos lugares do mundo. De olho nisso, algumas universidades estão buscando capacitar seus estudantes para trabalhar no...

Se eu quiser fumar, eu fumo

Dizem por aí que coisa alguma acontece por acaso. Aliás, que o próprio acaso é algo irreal — mesmo que nós ainda não sejamos...