Campanha do Ministério da Cidadania contra as Drogas vira piada na Web

Brasil, Featured, Humor, Política

hempadao 17 julho, 2019

Campanhas do Ministério da Cidadania trata usuários como prisioneiros

Primeiro você vai rir, mas depois que parar para pensar, vai bater a bad. Imagine que são milhões e milhões de verba pública bancando cada reunião pra produzir um produto deste, que mais parece uma esquete de humor retratando as campanhas do século passado!

Se você ainda não viu, por favor, apague o baseado em suas mãos. Você corre o risco de ficar entalado na letra O. Agora… será que o “o” da maconha não anda prendendo menos que os “os” da Proibição?

Claro que não foi uma peça especial para a maconha. As outras substâncias também ganharam uma versão, com a mesma temática bizarra de alguém preso dentro da letra. Será que é porque o nosso presidente tem a língua presa?

Mas calma, que piora! Além desses curtas, a campanha teve um vídeo mais longo, que extravasa o limite das telas e vai de encontro às pessoas, nas ruas e escolas. Uma gaiola. Sério… que doideira é essa?

A campanha erra no tom alarmista. Todo mundo sabe que hoje em dia o consumo de drogas ilícitas está disseminado como nunca. Sendo assim, uma abordagem sincera seria a melhor opção. Que parada é essa de se eleger dizendo ser política diferente? E agora dizer que essa abordagem do vídeo é “diferente das propagandas tradicionais”? Ministério da Cidadania apresenta… a caixa?! Hahaha.

Que viés exibicionista e bizarro de lidar com o tema. A única via de interpretação dessa campanha é que o usuário é um bicho, alguém afastado, dramatizado, marginalizado e enclausurado. Isso tem tudo a ver com o que a proibição faz com o usuário, não necessariamente a droga. É muito triste imaginar as pessoas que estão tomando decisões sobre nossas vidas são tão mal informadas que pensar isso ser inovador.

Sério, não somos opositores a qualquer custo do que o governo faz. Mas custava contratar pessoas sérias ligadas o universo da redução de danos para fazer uma campanha que dialogasse com a juventude de maneira inteligente? Acontece que cobrar inteligência do atual governo é covardia nossa.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




[pro_ad_display_adzone id=17608]
[pro_ad_display_adzone id=17609]