Home Notícias Ciência Austrália estuda legalizar o plantio de maconha para fins medicinais

Austrália estuda legalizar o plantio de maconha para fins medicinais

A Austrália estuda legalizar o plantio de maconhapara fins medicinais.

image

A ministra da Saúde do país, Sussan Ley, disse nesta sexta-feira (16) que a medida serve para tentar dar aos pacientes uma chance maiorde um tratamento efetivo.

“Eu sinto por eles, porque numa situação de paciente terminal, a coisa mais importante é a qualidade de vida e o alívio da dor”.

A ministra afirmou ter ser emocionado com histórias de pessoas que precisaram importar a cannabis medicinal, por vezes, ilegalmente.

“É importante reconhecer esses pedidos de ajuda, que nós colocarmos na posição de saber que podemos dar um fornecimento seguro, legal e sustentável do produto”.

Poucos antes, a Croácia havia anunciado medidas semelhantes, legalizando o plantio também em favor do tratamento de pacientes.

Fonte: BrasilPost

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Canabidiol desenvolvido na USP chega às farmácias

Fitofármaco derivado da maconha pode ter diversas aplicações terapêuticas. Produto foi criado em parceria com uma indústria farmacêutica do Paraná O primeiro extrato de canabidiol...

Quarentena canábica

Todas as fragilidades da nossa sociedade vem à tona em momentos como o atual, em que vivemos em meio a uma pandemia de coronavírus....

Maconha em tempos de pandemia é o tema da live da Folha nesta quarta

Nesta quarta-feira (29), o Ao Vivo em Casa, série de lives da Folha, fala sobre a indústria da maconha em tempos de Covid-19 e...

Fabricação e venda de derivados da cannabis entram em vigor no país

Entra em vigor hoje a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que regulamenta a fabricação, importação e comercialização de produtos derivados da...

“Maconha é coisa de velho”, diz Fernando Henrique Cardoso

No Brasil só não enxerga o que acontece quem não quer. A maconha ou as drogas mais pesadas não estão apenas na favela, mas...