Home Blog TopGanja 5 fatos que você não sabia sobre a Indústria da Maconha nos...

5 fatos que você não sabia sobre a Indústria da Maconha nos EUA

Através de dispensários, redes de administração ou até indústrias para produção da erva, a verdade é que a Cannabis está pronta para decolar. As vendas legais da erva nos EUA devem crescer mais de 20 bilhões de dólares até 2022. Duplicando, se comparado ao números de 2018, de acordo com o Marijuana Business Daily. Isso sem contar com outros estados que estão prestes a entrar na ciranda da cannabis legal.

Aqui lá vai cinco coisas que talvez você ainda não esteja sabendo sobre a indústria canábica do Tio Sam:

1 – Muito mais emprego!

A indústria da cannabis emprega entre 125 a 160 mil trabalhadores em tempo integral. Até 2022 a estimativa é que esse número alcance a marca de 340 mil empregos, com um crescimento estimado de 21% ao ano. Essas carreiras abrangem desde o cidadão que está cultivando para abastecer o mercado até aqueles trampam em funções auxiliares, como administração ou serviços jurídicos.

2 – Mercado Gigantesco!

Na ponta do lápis, somando o mercado legal ao que se estima do mercado ilegal, a damenda total por maconha dos EUA é de 52,5 bilhões de dólares, informou o MBD.

3 – Maconha recreativa!

As vendas de maconha recreativa já são legais no Alasca, Califórnia, Colorado, Nevada, Oregon e Washington, onde adultos com mais de 21 anos podem legalmente possuir 2 onças de maconha, cultivar até seis plantas de cannabis em casa ou doar até uma onça de maconha de maconha que tenha no mínimo 21 anos. A partir de primeiro de julho, adultos poderão comprar maconha recreativa até em lojas de varejo em Massachusetts.

4 – Erva legal!

Estima-se que as vendas anuais de cannabis no varejo aumentem 50% em relação ao ano passado, atingindo de 8 a 10 bilhões de dólares até o final do ano. É um valor considerável, ainda mais se comparado ao mercado legal de maconha no Brasil, que fatura incríveis zero reais.

5 – Chapação Fiscal!

Durante o ano fiscal de 2017, o estado de Washington arrecadou 219 milhões de dólares em receita legal da maconha e taxas de licenciamento. O imposto especial do consumo é alto, na taxa de 37% sobre as vendas no varejo. Já no Colorado, o valor arrecadado com os mesmos tributos chegou a 247 milhões. Será que vale a pena ficar foda dessa?!

Alô Brasil, pelo verde e pelas verdinhas, bora legalizar. Tradução livre da CNBC.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Até tu, Dudu? Filho de Bolsonaro apoia liberação do Canabidiol

Candidato a embaixada brasileira em Washington, Eduardo Bolsonaro defende importação livre de medicamentos produzidos nos EUA por Cadu Oliveira / Ilustração Felipe Navarro* Agora que a...

O Assunto #16: Maconha medicinal – quem é beneficiado e quem pode cultivar no Brasil?

Renata Lo Prete conversa com André Resende, do G1 Paraíba, que visitou a única associação do Brasil que tem autorização para cultivar a planta....

Realidade Canábica

Na verdade, são algumas realidades. E, conforme o tempo passa, o uso da popular maconha vem sendo desmistificado, mesmo que lentamente. Mas ainda assim,...

Doença ligada a cigarros eletrônicos já matou seis pessoas nos EUA

O primeiro relato da doença misteriosa surgiu em abril, no Estado de Illinois; logo, médicos de todo o país começaram a descrever pacientes com...

I Seminário de Fortaleza sobre uso terapêutico da cannabis ocorre na próxima terça-feira, 17

Desde 2015 o número de pacientes cadastrados para a importação do canabidiol triplicou no Brasil. O I Seminário de Fortaleza sobre uso terapêutico e legislação...