Home Ativismo 10 universidades pelo mundo que oferecem cursos focados em maconha

10 universidades pelo mundo que oferecem cursos focados em maconha

A maconha medicinal vem ganhando espaço em diversos lugares do mundo. De olho nisso, algumas universidades estão buscando capacitar seus estudantes para trabalhar no setor.

por Mari Dutra, no Hypeness

Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN)

A UFRN realizou em dezembro seu primeiro curso sobre uso terapêutico da Cannabis. A capacitação foi promovida pelo Instituto do Cérebro da universidade e foi voltada a estudantes e profissionais da saúde.

Max Stern Yezreel Valley College, em Israel

A universidade localizada entre as cidades de Afula e Nazareth lançou uma especialização sobre maconha medicinal voltada para os alunos de Ciências Comportamentais.

Universidade de Maryland, nos Estados Unidos

Com um novo programa de mestrado, a instituição busca aproximar os estudantes a respeito da ciência e regulação por trás da maconha medicinal.

Scuola Italiana della Canapa, na Itália

Localizada em Turim, a instituição promove conhecimentos sobre a maconha na Itália, com diversos cursos voltados ao setor. Entre os temas abordados estão o cultivo, a agronomia e a produção de extratos medicinais.

Universidade do Norte de Michigan, nos Estados Unidos

Essa talvez seja a primeira graduação totalmente voltada para o estudo da Cannabis, criada ainda em 2016. Com duração de quatro anos, o nome pode até parecer mais abrangente, mas não é: “Química de Plantas Medicinais“.

Foto: Add Weed

Universidade Politécnica Kwantlen, no Canadá

A instituição passou a oferecer o curso “Introdução à Gestão Profissional da Maconha para Fins Medicinais no Canadá”. Com duração de 14 semanas, a capacitação busca auxiliar os estudantes a desenvolver um negócio adequado ao uso da maconha medicinal no país.

Oasksterdam, nos Estados Unidos

Trata-se da primeira universidade do mundo dedicada exclusivamente ao estudo da maconha. Fundada em 2007, ela conta com uma boa gama de cursos na área, abordando técnicas de cultivo, direito, política, história, entre outros assuntos relacionados à erva.

Universidade de Guelph, no Canadá

Como parte de seu programa de horticultura, a Universidade de Guelph passou a oferecer um curso online sobre o cultivo de Cannabis, abordando técnicas de cultivo caseiro e comercial.

Universidade Federal da Paraíba (UFPB)

Mais uma iniciativa em solo brasileiro. Os alunos dos cursos de medicina, biomedicina e farmácia da UFPB passaram a ter uma disciplina sobre maconha medicinal no currículo.

Chamada “Sistema Endocanabinoide e Perspectivas Terapêuticas da Cannabis Sativa e Seus Derivados”, ela deve servir para capacitar os profissionais da saúde para o uso terapêutico da planta.

Niagara College, no Canadá

A universidade oferece um programa de pós-graduação em horticultura canábica, abordando desde informações sobre o cultivo até os requisitos legais para produção da maconha no país.

3 COMMENTS

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Ultimos posts

Canabidiol desenvolvido na USP chega às farmácias

Fitofármaco derivado da maconha pode ter diversas aplicações terapêuticas. Produto foi criado em parceria com uma indústria farmacêutica do Paraná O primeiro extrato de canabidiol...

Quarentena canábica

Todas as fragilidades da nossa sociedade vem à tona em momentos como o atual, em que vivemos em meio a uma pandemia de coronavírus....

Maconha em tempos de pandemia é o tema da live da Folha nesta quarta

Nesta quarta-feira (29), o Ao Vivo em Casa, série de lives da Folha, fala sobre a indústria da maconha em tempos de Covid-19 e...

Fabricação e venda de derivados da cannabis entram em vigor no país

Entra em vigor hoje a resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) que regulamenta a fabricação, importação e comercialização de produtos derivados da...

“Maconha é coisa de velho”, diz Fernando Henrique Cardoso

No Brasil só não enxerga o que acontece quem não quer. A maconha ou as drogas mais pesadas não estão apenas na favela, mas...