Uma semana de maconha no New York Times: a legalização tem mais um aliado de peso!

Chapa2

hempadao 5 agosto, 2014

por Tales Henrique Coelho

nyt1Quem acompanha o Hempadão e o noticiário em geral sobre a cultura cannábica deve ter visto o histórico editorial do New York Times, publicado no dia 27 de julho, em que o jornal, um dos maiores e mais importantes do mundo, declara sua posição a favor da legalização da maconha nos Estados Unidos, no país inteiro. A adesão do NYT é um grande ganho para a nossa causa, e mostra mais uma vez que a legalização é praticamente inevitável – uma questão de tempo.

Nesses 9 dias desde a publicação do editorial, no jornal abordou a questão em diversas matérias no impresso e no seu site, provocou uma reação da Casa Branca, que divulgou uma nota com argumentos contra a legalização, devidamente destroçados por dois artigos do jornal. Mas o destaque fica por conta de um espaço publicitário. No último domingo, dia 3, o jornal publicou um anúncio de página inteira do site Leafly, uma espécie de Hempadão Americano, que parabeniza a posição do jornal. Isso mostra que o NYT não se declarou a favor apenas pra constar, mas que realmente vai militar pela causa.

nyt2Nestes 9 dias, foram muitas matérias sobre a maconha, incluindo um infográfico excelente que mostra como a Maconha apareceu no jornal, desde 1966 até hoje. As reportagens publicadas abordam diversos temas, como ‘o que a ciência diz sobre a Maconha’, um artigo que, na sua primeira linha, já desconstrói o discurso de uma coordenadora do DEA, a polícia antidrogas americana.

A questão penal, que para mim é um dos principais argumentos para a legalização das drogas, também foi abordada no artigo "A injustiça das prisões por Maconha", que mostra casos como o do caminhoneiro Bernard Noble, de 45 anos, pai de sete filhos, que foi pego com Maconha e condenado a 13 anos de prisão. O jornal também faz abordagens históricas, como na matéria que mostra como "a proibição da maconha é baseada em mitos e xenofobia".

Em resumo: ganhamos um aliado de peso.

nyt3O posicionamento do NYT não é inédito, o jornal está longe de ser pioneiro, mas é muito simbólico de que estamos, ainda bem, num caminho sem volta. Cada vez mais pessoas tomam consciência de que a proibição não faz nenhum sentido, que a Guerra às Drogas faz mais mal que a droga em si. E experiências de sucesso como a do Colorado, que legalizou a maconha para fins recreativos, mostram para cada vez mais gente que a legalização não é papo de maconheiro maluco.

Aqui no Brasil, infelizmente, ainda vejo que estamos a anos luz de avanços como os que acontecem no resto do mundo. Não dá pra esperar que um jornal brasileiro faça algo parecido com o que o Times está fazendo.

Porém, dá para torcer para que aquele nosso eterno complexo de vira-latas agora trabalhe a nosso favor. Copiar o que se faz nos Estados Unidos sempre foi comum por aqui. Esperamos que os ventos progressistas do norte ajudem a transformar nossas políticas arcaicas sobre drogas!

Em tempo: há quem critique os movimentos pró-legalização da maconha dos Estados Unidos, porque eles teriam interesses puramente econômicos na legalização, e não discutem as políticas para outras drogas. Entendo essa posição, mas acho que a mudança vai mesmo acontecer pela pressão econômica – com a crise que cresce no mundo, legalizar um comércio milionário é bom para todos: governo, empresários e população. Por outro lado, concordo que o movimento pela legalização deve ser mais amplo, e o debate deve ir além da maconha. Mas qualquer avanço precisa ser comemorado! Essa polêmica é grande, e ainda vai ser aprofundada em outro artigo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina