Uma Carta do Ras Geraldinho!

Chapa2

hempadao 14 maio, 2013

Impossível não ficar revoltado com com sentença de 14 anos de prisão para o amigo Ras Geraldinho. Poucos dias antes da decisão do juiz ele escreveu uma carta para o público que participou do Congresso Internacional sobre Drogas, que aconteceu no início do mês em Brasília.

Se não fosse a injusta prisão Geraldinho estaria neste congresso, ajudando a construir uma política de drogas mais justa e humana. Segue a íntegra da carta.

Que o infinito amor de “Jah”, nosso Pai Todo-Poderoso ilumine nossas consciências, para que possamos prosseguir no caminho da evolução espiritual da alma humana.

Estamos felizes em saber que os esforços das mentes iluminadas desta comunidade que ousa desafiar as mentes retrógradas da opressão e ignorância, se concretizam neste assembléia!

Neste momento histórico, o candeeiro da “Real Verdade” se acende para não mais se apagar. Somos todos provas desta sagrada verdade, do fato que o Tempo e a Iluminação sempre suplantaram aquela afirmação de que uma mentira repetida inúmeras vezes se transformaria em verdade.

A nefasta mentira implantada pelo poderio financeiro de pequenos homens (pequeninos em estatura moral) há quase um século, não poderia nunca resistir ao “Espírito do Tempo”. E tenham certeza, irmãos e irmãs, que nós somos a consciência deste Espírito.

Porém, como tudo em nosso orbe depende de evolução, e o processo evolutivo se obtem com labuta, teremos muito trabalho pela frente.

O caminho ainda se faz longo, mas a conquista de nossos direitos será a recompensa.

Não falamos de uma vitória individual, e sim de um prêmio para a sociedade, onde os direitos individuais serão finalmente respeitados. Direitos estes expressamente garantidos pela Constituição de 1988, carta magna extraída da luta de um povo que não suportou viver sob a égide da ditadura.

Vinte e cinco anos depois e ainda não encontramos a plenitude das lindas palavras da liberdade de direitos.

O Sistema continua a coibir a vontade do indivíduo.

Tentam nos comparar a viciados, mas viciado é o Sistema, autoritário e violento.

Um organismo que, em muitos aspectos, repete os mesmos erros do passado recente de história tão escura e dolorida.

Corpo virtual que se reorganizou sobre novas regras pseudo-democráticas, mas manteve a mesma mão pesada e violenta da repressão.

A única diferença é que mudando o foco da ação não se bole mais com a mídia de massa. Deu-se liberdade papagaística para os mercantes do noticioso e as coisas se acomodaram.

Direitos só para alguns privilegiados, se estabelece a “matrix” da “datenização da justiça” e os direitos individuais sagrados são tratados com iniquidade medieval.

Digo isto com conhecimento de causa: nove meses no Sistema Carcerário Paulista me garante esta capacidade de análise.

Posso afirmar que minha prisão é política, assim como foram as de inúmeros companheiros nos “anos de chumbo”. Talvez sejamos os últimos presos políticos, mas esta escrota situação é inegável.

Pode ser que Vladmir Herzog não aceitasse esta macabra pantomima, porém não encontramos mais desta estirpe na formação de opinião pública nacional hoje em dia.

Por isso, irmãos e irmãs, só depende de nós. Nós não nos calaremos!

Muitos sucumbiram passando pelas provas que passo neste momento, mas nossa vitória chegará!

Nossa consciência é clara e o sentimento em nosso coração não cansa de repetir as palavras de Duque Estrada: “… Verás que filho teu não foge à luta…”

Não podemos mais viver numa democracia de “faz de conta”, democracia de “formigueiro”.

– “Estar alinhado à uma sociedade doente não é sinal de saúde.”

Os espíritos evoluídos desta assembléia sabem de suas responsabilidades, sabem que no atual estágio de evolução de nossa sociedade não cabe mais a imposição sistemática de interesses econômicos particulares sobre a vontade soberana do indivíduo. Mas temos que lembrar que a situação atual não é inédita. Estamos diante de um “dejavu” milenar: sempre foi assim, os que aspiram a um maior conhecimento são perseguidos pelos ignorantes que temem a verdade e pensam que ninguém pode saber mais do que eles.

Não estamos aqui para discutir as propriedades da Cannabis, pois todos sabemos quais os seus benefícios: sabemos dos 25 mil produtos que a planta sagrada nos oferece e que isso coloca em xeque as indústrias petroquimicas e farmacêuticas.

É desnecessário aqui argumentar seu poder curativo e também que a humanidade faz uso dela desde que saímos do “paraíso”; que ela é a “Erva do Manah” que crescia no túmulo do Rei Salomão; que ela é a “Árvore da Vida” citada dezenas de vezes na Bíblia, de Gênesis ao Apocalipse (22:2).

A “Real Verdade” é que lutamos contra um monstro que sobrevive das trevas do autoritarismo violento e insensível, alimentado pelos homens por tras da cortina, que encontram lucro em tudo que vem do controle da massa.

É contra o poder destas “iminências pardas” que as almas iluminadas aqui presentes terão de lutar.

Sabemos que enfrentar este poderio não é tarefa fácil, como não foi fácil as lutas de Davi. Porém, como ele, nós sabemos que quem está do lado da Luz sempre vence!

Que a glória de jah, Senhor dos Senhores, Leão Conquistador da Tribo de Judá, se derrame sobre nós, para que a iluminação se faça presente em todos os corações.

Ras Geraldinho, preso desde 15/08/2012 acusado de tráfico de drogas e formação de quadrilha, por plantar Cannabis em sua igreja denominada Primeira Niubingui Etíope Coptic de Sião do Brasil.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina