Sete perguntas para o… Mandacaru! [ConverSativa #213]

ConverSativa

hempadao 25 março, 2013

O Hempadão tem surpresa não só no visual, afinal de contas, não vivemos de aparÊncia! Tem novidade de conteúdo também. Hoje é dia de estrear mais uma editoria aqui no Hempadão – a ConverSativa! Sete perguntinhas bem informais mas que tendem a render um bom papo com personalidade da militância canábica no Brasil! Vamos começar com Mandacaru, um cara que bota a cara mesmo e não quer nem saber defendendo com convicção o autocultivo da cannabis. Quem ler até o final vai saber que vem ainda mais novidade por ae, afinal, a Hempada está unindo forças para tentar trazer conteúdo de primeira. Confira a conversa:

1) Esse é o quadro entrevistas do Hempadão! Seguinte… sua vida mudou depois de aparecer nA Liga? Como e o quanto?

eaê hempazeada!!! satisfação hein!!! Então…isso na verdade começou na primeira tempotrada dA LIGA em 2010 quando fizemos uma “pontinha” panfletando para a marcha da maconha na praia.

 

Estava nosso brother o Homem Baseado, Cinco e toda a galera! O contato ficou, Thaíde conversou com minha esposa de barrigão na época e ouviu um pouco de todos por lá! O contato ficou e no ano seguinte eles queriam fazer a matéria (liberdades individuais) com alguém que ostentasse as plantas mas era condição “sine qua non” que fosse de cara limpa! Como sempre tivemos  certeza absoluta e cristalina de que o cultivo caseiro de maconha é uma atividade totalmente benéfica aceitamos na hora! Claro que, como era esperado, deu um monte de merdas e contra tempos…mudanças de residência por ex, saída forçada da atividade que eu exercia há 10 anos como professor de química na maior rede particular do Rio, nível de vida deu uma despencada…mas foi maior barato!!!! (risos aqui)..recomendo a todos que façam o mesmo(kkkkk). Mas a gente sobreviveu bem porque Jah sempre fortalece e defender nossa erva é sempre gratificante em todos os aspectos. O próprio Pot in Rio é antes de mais nada uma parada educativa…sua missão é quase docente! Interessante que após A LIGA começaram a brotar inúmeros convites de escolas, universidades e coletivos de diversas regiões do Brasil para debates, palestras ou capacitações que me permitiram continuar sempre dentro da esfera acadêmica mesmo estando em um ostracismo. Ano passado recebemos inclusive uma comenda da OAB de Niterói o que nos deixou muito felizes! Ainda vejo meu trabalho como educador!

 

2) Você é um ativista da marofa! Conta pra gente como foi organizar os últimos dois Pot in Rio e o que vem pela frente…

Então, uma vez estabelecida a situação descrita na pergunta anterior era questão então de “ler” o ambiente e tentar me recolocar na parada ou então ir animar festinha de 18 anos com tema da Jamaica o resto da vida! Como eu disse “Jah fortalece”…eu tenho muita pouca fé…mas me agarro muito firme a essa pouca fé e no dia a dia e ela se torna suficiente poque o importante não é quanta fé vc tem, mas o que vc faz com ela!  Em bem menos de um ano já foram duas edições do Pot In Rio com todas a grandes vozes da cena do Brasil, do Uruguai, Argentina e Chile por ex. e apesar dos advogados do Rock in Rio Festival já terem nos acionado juridicamente como vc bem sabe, o retorno enquanto empreendimento ainda não veio néééem de longe, mas remar junto com a galera do Rio e do Brasil em busca de um mundo melhor e mais justo é a maior gratificação. Tter “dirigido” Rodrigo Mac Niven no vídeo por ex. ou ver B. Negão cantando na nossa festa são sonhos de um maconheiro que se realizam e hoje, com a ajuda de personas influentes, que apoiam a idéia como Minc entre outros a tendência é o bagulho crescer! Já existe uma mobilização pra fazer um “Pot in Rio em Sampa” no fim do ano com os melhores nomes das duas edições do Rio presentes e algumas novidades que tenho vontade de montar como um desfile com “potmodels” vestindo as peças do Marcio Pxe e outros artistas que provocam uma relação da erva com a moda! MC Rico Neurótico do Comando Selva chegou na surdina no Pot in Rio 2 e deu uma contribuição muito bacana no mic…. tenho maior vontade de levar essa galera toda na caravana da marófa!   

 

3) Indica alguns sons da pesada que existem no submundo do metal canábico ae…

aê sim!!! na cena gringa não pode ser outro que não os mestres do “death metal pot” Cannabis Corpse! …e “were the kinds lives”  é fodona mas eu curto muito todas!!! aqui no Brasil tem por ex os doidões do “Bába de Shiva” de Goiãnia, indicação do meu brother de lá Mirito Newton!! O vídeo “Beber again” deles tem muita maconha e arruaça…e eles são muito bom nisso heehe  

4) Como você vê o cenário do ativismo brasileiro pró-legalização? E enfim, aquela pergunta de sempre, em quanto tempo você acha que legaliza a erva?

 

CADA VEZ MELHOR!! A cada dia mais gente se apresenta nas mais diversas frentes pela legalização e eles chegam com bastantes habilidades pra empregar!! Procuro sempre estar em contato direto com os novatos tanto quanto os veteranos porque ninguém…ningupem é dispensável nessa luta e não existe ativista de segunda linha!!!! Eu mesmo acredito que quem vai virar essa mesa mesmo nem somos nós mas uma próxima geração que hoje pode estar na pista disputando flagrante! Legalização mesmo “na minha opinião” só em dois mil e lá vai fumaça…os reaças ainda nem iniciaram seus contra ataques “a vera” por assim dizer! Ainda tem muita parada pra acontecer aê! No momento nossa maior busca mesmo seria uma tolerância do cultivo caseiro de maconha! Plantador não pode ir preso porque cada bud colhido é uma bala a menos na arma de um bandido!!! A pessoa pode plantar 100 pés e fumar tudo ou plantar um só pé e vender ele todinho! A lei 11 343/2006 foi corajosa sim, mas de certa forma corajosa pela metade pois deixou na mão de agentes despreparados a tipificação das apreensões. E mesmo tendo desprisionalizado o uso individual e sendo de certa forma uma lei “nova” ela já carece de uma modernização e pra isso nós estamos aê.. com os pés na porta!

 

5) O que você espera das próximas Marchas da Maconha no Brasil?

 

Espero que o Brasil fique lotadaaaaço de marchas da maconha com muita paz, alegria e serenidade! Cada demonstração de descontrole torna-se matéria prima para os reaças nos atacarem..isso reforça o mito do maconheiro irresponsável. Também espero essa serenidade por parte da polícia que desde a sua formação é ensinada a bater em maconheiro mas que ali tem por obrigação proteger nossa caminhada e não cabe e ales fazer julgamento de valor da proposta porque eles nem sequer estudaram pra isso! É imprescindível não fumar na marcha sendo este o único momento que desaconselho fumar maconha hehehe

 

6) Desde quando você conhece o Hempadão mesmo hein?! O que você acha do blog? Sem rasgação de seda, quero críticas positivas e negativas!

éééé…não rasgar a seda é muito importante hehehe
foi 2009???? marcha da maconha em debate no circo voador! Lá estavam vcs dando suas primeiras clicadas na cena pra Hempada! Eu sou suspeiro a falar porque sempre contei com apoio da firma pros nossos corres: o Prêmio Tricoma Dourado, Operação Godoy são alguns exemplos. Também já viajamos junto com a equipe por esse Brasilzaõ de Jah e a relação sempre foi a melhor possível, num sentido colaborativo mesmo!! vc bem colocou aí na pergunta…nem toda crítica é negativa…. se eu puder dar uma dica pra mehorar (se não for presunção minha) eu ia achar foda fazer a terceira temporada do “Em busca dos Tricomas Dourados” pela casa. Fica aí a dica…e pra não reforçar o mito de maconheiro esquecido, é importante lembrar que o Pot in Rio nem foi o primeiro evento da cultura canábica do Brasil…o primeiro foi o FENACUCA e só isso já mostra a importância desempenhada pela Hempada em sua trajetória!…iihhh…rasgou a seda aqui….manda outra….  

 

7) Já pensou em fazer parte da Hempada? Unir forças com a redação que não para há 4 anos?

pôÔOâê!!!! não falei que Jah fortalece sempre???? se for um convite aceito amarradão !!! Não costumo usar o termo “orgulhoso” por pensar que ele remeteria a um sentimento meio negativo sei lá, porém contribuir num trabalho que tem e teve pessoas tão relevantes a causa como Cinco, Serginho Vidal, meu camaradaço brazuka na califa Homem Planta entre tantos outros é uma honra mesmo…o vlog do Tomazine também é um sucesso! Esse time é só vitória! Um abraço marofado pra todos os leitores e lembrem-se: a vingança do maconheiro é  o estudo!!!!…a gente se encontra nas marchas da maconha da vida!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina