Relato do Leitor sobre relação com Família Careta!

Caos in Casa

hempadao 24 outubro, 2015

Fala ai rapaziada do Hempadão! Acompanho o site há um tempo, e decidi fazer minha contribuição para a coluna do Caos in Casa.

tumblr_nwn1akEzoL1uxj8jvo1_500

Bom eu tenho 19 anos, e prefiro não dizer meu nome. Fui criado em um bairro bem comum, onde as crianças podiam brincar na rua sem problemas, e eu como bom moleque, brincava bastante. E nessa de estar sempre na rua, acabei conhecendo a bendita erva. Em um primeiro momento, muito novo, e baseado apenas no conhecimento adquirido pela família, eu torcia o nariz, achava que era algo extremamente perigoso e tinha certeza de que nunca passaria perto.

Quando tinha uns 15 anos a historia já começou a mudar, comecei a me aproximar bastante da maconha, pois alguns amigos já haviam experimentado e alguns já até consumiam regularmente; então comecei a pesquisar tudo que podia sobre o assunto porque a curiosidade estava batendo na porta, mas eu ainda tinha muito medo. E foi a partir dai que percebi que havia sido enganado esse tempo todo, pois a erva não era nem de perto esse fim de mundo que eu tinha aprendido que era.

 

Foi então que aos 16 finalmente experimentei, e logo comecei a fumar com alguns amigos. Mas como todo adolescente, era meio sem juízo e comecei a dar muita pala, chegando em casa de olho vermelho, fedendo a brenfa. Logo minha mãe que não é nada boba começou a desconfiar, até que um dia ela pegou uma mensagem no meu celular de um amigo me chamando pra torrar um na casa dele, e a mensagem ainda explanava toda a galera que estava indo fumar. Enfim, entrei em casa, ela estava com meu celular na mão e já foi dando o esporro, mas como eu não tinha respondido a mensagem ainda, eu jurei de pé junto que não estava fumando; tenho certeza que não colou, mas ela ficou sem ter o que fazer, então ela começou a me vigiar de perto, e por isso eu dei uma pausa pra esfriar a situação. E essa pausa acabou durando uns dois anos e meio, tinha resolvido que estava mais seguro sem a erva.

Em janeiro desse ano, já com 19, e mais maduro, tive vontade de fumar novamente e foi o que eu fiz, eu estava fumando cigarro ai já aproveitei pra largar e substituir pela maconha nesses últimos meses. Durante essa pausa eu nunca parei de pesquisar a respeito do assunto, por esse motivo conheci o Hempadão. Aproveitei esse tempo também pra ir abrindo aos poucos a cabeça da minha coroa, que de careta total, hoje já é a favor da maconha medicinal, mas ainda é contra o uso recreativo, assunto que ainda venho trabalhando. O problema maior é o resto da minha família: pai, tios, e todo o resto são totalmente fechados em relação a erva, e argumentar com eles é perda de tempo e raiva na certa de algumas bobeiras que sempre dizem.

Hoje em dia sou mais responsável, não dou mais pala em casa, tenho uma bagagem bem maior de conhecimento e de argumentos, e aos poucos pretendo legalizar pelo menos pra minha mãe, para não ter que agir sempre escondido, quero ter essa liberdade pelo menos com ela. E aconselho toda a galera a fazer o mesmo, tentem ir conversando bem devagar, o processo é lento, mas funciona! Eu nunca imaginei minha mãe pensando do jeito que pensa hoje e muito menos que eu poderia ir além e pensar na possibilidade de legalizar aqui em casa. 

Um abraço pra todo mundo!

Mande seu relato também: hempadao@gmail.com



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina