Regulação da maconha não estimula consumo, diz presidente do Uruguai

Hemportagem

hempadao 2 setembro, 2016

O atual presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, não tem o mesmo espírito libertário de Pepe Mujica, mas parece disposto a bancar a continuidade do projeto de regulamentação do mercado de maconha no país.

O presidente negou a tese de que a legalização pode estimular o consumo, e focou o discurso sobre a atuação do poder público para evitar o uso problemático de drogas.

“Não se deve consumir tabaco, maconha, cocaína, ácido lisérgico (LSD) e álcool, não me refiro ao consumo social, mas ao consumo problemático”, enfatizou o presidente neste domingo na cidade de Fray Bentos.

Infelizmente a bola fora de  Tabaré Vázquez ficou por conta de um discurso bem moralista sobre a necessidade de manter a pureza do corpo e passar a vida sem drogas.

Vázquez, que é médico oncologista de profissão, se dirigiu especialmente aos jovens dizendo que “o corpo humano não precisa de drogas, salvo as que sejam indicadas por um profissional devidamente qualificado por causa de alguma doença”.



2 respostas para “Regulação da maconha não estimula consumo, diz presidente do Uruguai”

  1. Churrasco de deus afogado disse:

    Esquerda, direita eu estou me cagando, libera logo essa erva pro povo.

  2. Coxinhas_molóides_v_3 disse:

    É medicinal, é remédio.

    E eu sou hipocondríaco.

    Fogo nos coxinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina