REeDUcaÇÃO #35 – Direto ao Ponto!

REeDUcaÇÃO

hempadao 16 julho, 2013

por Guilherme Storti

Salve, salve!!
Hoje venho trazer uma novidade que, sem sombra de dúvidas, irá agregar bastante neste espaço durante um bom tempo.

No começo desse mês comecei a fazer parte da equipe de redutores de danos do Ponto de Encontro. Acredito que muitos de vocês não fazem ideia do que se trata esse tal de “Ponto de Encontro”, e até faz sentido tal desconhecimento, pois se trata de um espaço único no nosso Brasil que funciona no Centro Histórico de Salvador.

O Ponto de Encontro é um casarão rosa que fica no bairro do Santo Antônio Além do Carmo, ao lado do Pelourinho. Muitos podem , também, estar se perguntando: “E o que isso tem a ver com o hempadão?”. Pois então, vamos lá…

 

O Ponto de Encontro é um centro de convivência estrategicamente localizado em uma região da cidade de Salvador, o Centro Histórico. Nessa região é aonde se concentra as maiores demandas de abuso de drogas e de pessoas em situação de vulnerabilidade social. Prostibulos, “cracolândias”, movimentos dos sem teto, moradores de rua e usuários de drogas de diversas localidades se misturam em um dos principais pontos turísticos da cidade, sendo um prato cheio para municiar a prefeitura , de argumentos padrão FIFA, que tentam justificar ações de “limpeza social”.

Ao contrário do que acontece no eixo Rio-São Paulo, as coisas aqui em Salvador acontecem na surdina, na calada da noite. Passam praticamente despercebidas para a população mais carnavalesca do Brasil.

O Ponto de Encontro, então, é um local onde diversas pessoas conseguem ter um suporte básico para tentar reestruturar a sua vida pessoal, mesmo estando em situação de rua. Elementos simples como um banheiro, chuveiro, cozinha e um ambiente mais tranquilo para descansar, tornam-se um dos principais atrativos para aqueles que se veem constantemente privados de qualquer tipo de direito perante a sociedade.

Aliados a toda essa estrutura básica, a casa ainda conta com uma equipe composta por redutores de danos, educadores sociais e assistentes sociais que fazem daquele espaço, além de um ponto de passagem, também um local onde se dá todo o suporte necessário e possível para que @s usuári@s consigam administrar o seu uso de drogas e consigam manter uma vida construtiva e produtiva em seus diversos aspectos.

Oficinas de pintura, música, cinema, eventos acadêmicos e eventos culturais diversos são mais alguns atrativos deste pedaço quase solitário no Brasil. Não existe nenhum espaço no país que funcione como a proposta do Ponto de Encontro traz, até porque não é o tipo de projeto que tenha lá muita simpatia política, mas que surpreendentemente  conseguiu ser construído e implantado  aqui em Salvador.

Este espaço, então, torna-se mais um dos grandes tentáculos alcançados pelo hempadão. Um centro de convivência voltado para população, que parte do principio da redução de danos e não da ideia de “cura” do usuário de drogas. O Ponto de Encontro é um espaço onde @s usuári@s são, primeiramente, acolhid@s e dentro do suas escolhas tenham todo suporte que a casa possa dar para que estes/as usuári@s consigam resgatar a sua autoestima e os seus direitos de cidadão, que nunca deveriam ter lhes tirado.

A meta, agora, passa a ser a possibilidade de que cada vez mais casas rosas, como esta, possam aparecer pelo Brasil e que a população se aproxime cada vez mais desse tipo de espaço para ter a compreensão de que é possível dar atenção a um usuário de drogas respeitando as suas escolhas.
O Ponto de Encontro é também o ponto de partida para uma nova política de drogas!

Pra quem quiser fortalecer a ideia e acompanhar um pouco mais sobre o espaço é só curtir nossa página no FaceBook



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina