Ras Geraldinho: Condenado Pelo Preconceito!

Chapa2

hempadao 28 maio, 2013

A condenação do ativista Ras Geraldinho continua servindo para mostra como o meio jurídico é conservador e preconceituoso. Apesar das inúmeras manifestações de apoio e solidariedade ao Ras, não é difícil encontrar quem diga que ele é um criminoso e que pena aplicada é justa.

O juiz que condenou Geraldinho, Eugênio Augusto Clementi Júnior, escreveu na sentença "se ele [Ras Geraldinho] quisesse seguir a religião deveria ir morar na Jamaica", deixando claro que a liberdade de culto não está sendo respeitada.

Pior foi a declaração do jurista Ives Gandra Martins, em entrevista para Folha de São Paulo "Quando se fala de liberdade religiosa, se fala em religiões clássicas, em que existem critérios e valores a serem adotados".

É difícil dizer se tal argumento foi pautado pela ignorância e falta de conhecimento sobre a cultura rastafari ou é fruto de pura intolerância cultural. Será que ele considera legítimo apenas os valores daquela religião clássica que queimava bruxas mulheres na fogueira?

A luta pela liberdade do amigo Ras Geraldinho está apenas no começo. A derrota no fórum de Americana já era esperada e a defesa da liberdade seguira, se necessário, até o Supremo Tribunal Federal!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina