Quem Garante a Paz na UFSC?

Hemportagem

hempadao 27 março, 2014

Sabe aquela história de que a paz reinou até a chegada da ordem. Essa é a melhor definição para o ocorrido no campus da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Tudo começou quando policiais abordaram três jovens que portavam uma pequena quantidade de maconha. A detenção feita pela polícia federal gerou revolta entre os estudantes e caos começou.

O batalhão de choque da PM foi acionado e utilizou bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo contra os manifestantes. Na confusão viaturas da PF e da segurança do campus foram viradas pelos estudantes, que depois decidiram ocupar a reitoria da Universidade como forma de protesto. Eles querem que seja assinado um documento que proíba a ação da polícia dentro do campus.

Quem já frequentou uma universidade pública sabe que o uso de maconha nunca foi um problema de segurança pública por lá. Pelo contrário! Nas rodas de fumo podemos encontrar mentes brilhantes que podem contribuir muito para o país, em diversas áreas do conhecimento.

A própria UFSC divulgou uma nota de repúdio à ação da PF. O texto, assinado pela reitora Roselane Neckel, diz que a ação "violenta e desnecessária" da polícia feriu a autonomia universitária e os direitos humanos.

"Nunca fomos informadas sobre a realização desse procedimento. Lembramos ao Delegado que em todos os contatos com a Polícia Federal sempre foi solicitado que quaisquer ações de repressão violenta ao tráfico de drogas fossem realizadas fora das áreas da Universidade", diz o documento.

A reitoria da UFSC segue ocupada com estudantes mobilizados contra a opressão policial.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina