Psiconautas: presente! Organização das Alas Psicodélicas na Marcha da Maconha – 2015

Portas da Percepção

hempadao 22 janeiro, 2015

por Fernando Beserra

A conversão e alinhamento exato dos astros não mente: é o momento da organização das Alas Psicodélicas. Marchará… Marcharemos… Psiconautas: presentes! – e alinhados pelo sentido e pelos vasos comunicantes, desconstruindo a lógica da marcha militar. A ampliação de consciência não será reduzida a pó pelos doutos da proibição. Vamos levantar os arquétipos da paz e da liberdade e direcioná-los, como armas de amor e transformação, em direção a vilania do entorpecimento proibicionista. Chega de proibição, tráfico de drogas e aprisionamento. Se o ácido vulgar dos proibicionistas apenas tem o poder da destruição, o ácido dos psicodélicos dissolve e coagula, renova e transmuta. O sonho está apenas começando!

marcha-torturra

Começaram as organizações da Marcha da Maconha em vários Estados do Brasil. As Marchas, que tipicamente ocorrem no chamado Maio Verde, voltarão ao Brasil em 2015 com força total e dependem de cada um de nós para efetivarem sua potência. Legalizar a maconha no Brasil é um dever que exige a participação de cada um de nós. Sem nenhum passo atrás, mesmo com um Congresso conservador, é o momento de mostrar a força das ruas, com a alegria que expressa esse belo encontro.

Este texto, no entanto, veio tratar de um assunto relacionado à legalização da maconha. Desde 2013, primeiro na Marcha da Maconha de São Paulo – que infelizmente não pude participar – e, a partir de 2014, no Rio de Janeiro, são organizadas as Alas Psicodélicas nas Marchas da Maconha. Isto é, trata-se de um conjunto de pessoas que acreditam que além da cannabis, outros psicodélicos devem ser, igualmente, legalizados para suas finalidades de uso medicinal, psicoterapêutico, industrial, e, obviamente, lúdico ou “recreativo”. De modo que, com este texto, venho convidá-los a organizar em suas cidades as Alas Psicodélicas e ampliar o colorido da Marcha da Maconha, de forma que, em breve, possamos organizar a nível nacional uma Marcha Psicodélica.

Fico a disposição para conversar sobre estratégias, desafios e perspectivas da Ala. Meu e-mail é fernando.beserra@hotmail.com. Vocês também podem me encontrar no facebook como Fernando Beserra e na página da coluna Portas da Percepção. Além disso, quando organizamos a Ala Psicodélica da Marcha da Maconha em 2014, criamos uma página no Face para contribuir para esta organização: https://www.facebook.com/groups/274492066047575/?fref=ts

O debate é amplo, mas não podemos nos furtar a realiza-lo. Nunca se proibiram tantos psicodélicos como nos últimos anos no Brasil. Trata-se da classe de substâncias mais atacadas pelos órgãos de controle, como a ANVISA, apesar destas substâncias serem as com menor potencial de dano e dependência.

Organize a Ala Psicodélica na sua cidade!



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina