Projeção da Consciência! [Portas da Percepção Ed. #287]

Portas da Percepção

hempadao 29 agosto, 2014

por Jean Lefebvre

A projeção da consciência é conhecida também como experiência fora do corpo, viagem astral ou desdobramento astral. É uma experiência individual de percepção do ambiente e de outras consciências, seja espontânea ou induzida, na qual a pessoa se percebe fora do seu corpo físico, podendo inclusive observá-lo de maneira lúcida e comprovar para si mesma que ela não é só o seu corpo físico.

A maioria das projeções envolve o veículo chamado psicossoma (corpo emocional), o qual ao deixar o soma (corpo físico) carrega consigo parte do corpo energético (energossoma), formando o cordão de prata, que é a conexão energética entre o soma e o psicossoma, presente durante a projeção consciente.é um estado de relativa liberdade perispiritual, análogo ao sono, em que podemos agir semelhantemente a um desencarnado, podendo nos afastar a distâncias consideráveis de nosso corpo físico. O desdobramento pode ser inconsciente (caso em que ao retornar ao corpo, a pessoa não lembra da experiência), semi-consciente (caso em que ao retornar ao corpo, a pessoa lembra apenas veladamente da experiência) ou consciente (caso em que ao retornar ao corpo, a pessoa lembra claramente da experiência) e, esse último caso pode ser iniciado através de operadores encarnados ou desencarnados (benfeitores ou obsessores). Também pode ser parcial, que é quando o perispírito não deixa o corpo físico totalmente (situação na qual as faculdades psíquicas são muito ampliadas) ou total, quando o perispírito deixa o corpo físico.

As projeções astrais ocorrem espontaneamente durante o sono, pois, queiramos ou não, nossa consciência sai junto com o corpo astral, toda noite, quando dormimos. Quando sonhamos, estamos no mundo astral, apesar disto, nem sempre temos lucidez suficiente para perceber quando estamos projetados. (Para as pessoas que se interessarem, existem diversoscursos, paginas na internet e videos com dicas para desenvolvimento e aprimoramento da técnica).

De acordo com a Projeciologia, todas as pessoas podem vir a desenvolver capacidades parapsíquicas. Esse desenvolvimento depende da vontade, determinação, intenção e superação de traços pessoais. O importante é desenvolver a capacidade de maneira sadia, com objetivos éticos e assistenciais, em prol da evolução da consciência.

Existem diversos relatos de projeções conscientes,acontecidos em varias partes do mundo e com descrições muito parecidas de todo o processo vivenciado por cada um,inclusive publicados em forma de diário. Por exemplo as publicações dos autores estadunidenses Robert Monroe (“Viagens Fora do Corpo” de 1971) e William Buhlman (“Out of Body” de 1996); como também dos brasileiros Waldo Vieira (“Projeções da Consciência” de 1979), Moisés Esagüi e Wagner Borges. Tais autores fundariam posteriormente instituições dedicadas ao estudo e pesquisa do fenômeno descrito, entre outras atividades. A exemplo o Monroe Institute, o IIP (posteriormente IIPC), o CEC e o IPPB. Na Bíblia, também existem diversos relatos de saídas do corpo, como em II Reis, capítulo 6 versículo 8 a 12 ou Ezequiel Capítulo 3 versículo 12 a 14.

Existem outras duas causas comuns da projeção da consciência que são a meditação ou experiência de quase morte (EQM), que é quando coração e todos sinais vitais, inclusive as ondas cerebrais detectadas por aparelhos, parariam e a morte clínica do paciente estaria atestada pelos médicos. Nessas situações, acredita-se que o suposto ‘espírito’ não se desligaria do ‘corpo físico’ e o paciente "milagrosamente" ressuscitaria, ou seja, apenas que a experiência subjetiva se mantém porque o sistema nervoso ainda apresenta atividade ínfima, pois o processo de necrose (morte celular não-programada) não se instalou. Após o retorno de consciência, cerca de 11 % dos pacientes relatam experiências detalhadas a cerca de como podem supostamente descrever com detalhes aconteceu enquanto estava "morto". Porém ,existem varias outras maneiras de se atingir tal estado, como substâncias psicoativas (ketamina em altas doses por exemplo) ou por estimulação de certas areas no cérebro.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina