Programa com Mulher e Maconha na TV do Tio Sam!

Chá das Minas

hempadao 8 novembro, 2016

No começo do mês, o estúdio Impact Creative filmou os primeiros oito episódios de “To Put it Blunty”, um talk show com mulheres falando sobre tópicos relacionados à maconha.

Durante um dos episódios, as mulheres conversam sobre o uso da cannabis em animais de estimação. Effie Benjamin fala sobre sua experiência no assunto. Quando precisa tratar seus cachorros de dores, ela escolhe os biscoitos com canabinóides.

Além disso, a apresentadora e co-produtora, Whitney Greer, mostra que o objetivo não é deixar o animal chapado, que é uma preocupação entre muitos indivíduos quando se trata de cannabis para animais.

Convidados especiais

Em outro episódio, um grupo de gurus do business e marketing recomendou um startup de tratamento de pele com canabinóides. Uma dessas gurus é Missy McDill, fundadora da agência de marketing McDill Associates. Começando com um cartão de paciente medicinal para tratar seu câncer, McDill começou a pesquisar a indústria canábica.

Depois de muita pesquisa, ela percebeu um espaço no mercado. Hoje, ela é a co-fundadora da Plaid Cannabiz Marketing a nova seção de seu negócio. A empresa, especificamente, ajuda empresas canábicas com logos e design. McDill também diz que ela é cuidadosa para não alienar seu clientes já existentes com seu novo interesse em cannabis.

Além disso, McDill disse que o maior mercado na cena verde são os chamados baby-boomers, que são a transição dos maconheiros dos anos 70 para os que procuram cura para dores. Não só a indústria explodindo como está chegando veloz e furiosa, ela disse.

“Para mulheres e empreendedoras, é um campo aberto para se jogar. Tem muito dinheiro que vai entrar nessa indústria, então todos nós temos que trabalhar para que não seja tomado pelas grandes indústrias. Santa Cruz tem que ser esperto com isso.”

A Indústria da Cannabis: onde as mulheres são bem-vindas

Além da aparição de McDill, a co-fundadora do Women Grow’s, Jazmen Hupp, também estará no programa. De acordo com Hupp, cada vez mais mulheres estão entrando na indústria da maconha, especialmente no RH e marketing.

Também tem a outra co-fundadora da Plaid Cannabiz Marketing, Shannan Rose, que diz que a indústria canábica é criativa, colaborativa e recebe bem as mulheres.

“Estamos apoiando a indústria para vir à luz, se tornar mainstream e ser aceita.”

Uma pesquisa de 2015 mostra que as mulheres detêm cerca de 36% das lideranças na indústria canábica, o que é bem mais alto que os 22% nas outras indústrias dos EUA. Por fim, as mulheres têm um negócio ondem podem ter o domínio.

“Top ut it Blunty” vai ser lançado na internet em Janeiro de 2017, com episódios de 15 minutos.

Leia o artigo original AQUI



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina