Prêmio pela Sinceridade!

Caos in Casa

hempadao 29 abril, 2014

Me Chamo A. e tenho dezenove anos. Tive contato com a maconha aos treze anos, com alguns colegas de sala de aula. Diria que fumei por pressão social mesmo. Eles diziam que era muito bom e que dava uma sensação de leveza. Demorei um tempo para experimentar, mas gostei. Depois disso fumei pouquíssimas vezes.

Há mais ou menos oito messes que comecei usar direto…

Como todo mundo o meu maior medo era a reação da minha família em relação ao meu contato com a cannabis, sendo que minha mãe e irmão são religiosos.

Um dia estávamos tendo uma conversa de boa boa e minha mãe virou e falou "tenho sorte de nenhum dos meus filhos terem entrado no mundo das drogas". Nesse mesmo momento revelei para ela que era usuário e Senti o mundo dela desmoronar em alguns segundos.

Conversamos um pouco e ela chorou muito. Senti a melhor sensação do mundo. O meu maior medo era a reação dela, e o restante do povo que se dane. Isso faz algumas semanas, mas ainda sim ela continua chateada. Sempre me pergunta se estou tomando cuidado e se estou usando direto. Sempre que saio a noite ela pede para eu tomar juízo. Esse dias ela chegou em casa com uma revista da Veja que falava a respeito da erva, e como algumas pessoas sabem, essa revista é filha da puta!

Sempre que estamos sozinhos ela tenta por em minha cabeça que posso me tornar um drogado, mas sinto que estou libertando a mente dela desse preconceito.

Precisava compartilhar isso com vocês, pois me sinto com a consciência livre em não ter que ficar mentindo para minha mãe. Às Vezes é só ter coragem para falar. No dia em que falei, ela virou para mim e disse que ela adorou minha atitude de ser sincero.

Muitas brisas!

Relato de um leitor enviado para redacao@hempadao.com



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina