Político britânico renuncia depois de vídeo cheirando cocaína

Chapa2

hempadao 28 julho, 2015

por Thales Henrique Coelho

E se fosse whisky?

Vice-presidente da Câmara dos Lordes britânica, o barão John Sewel renunciou nesta segunda-feira após escândalo provocado por um vídeo, em que aparece cheirando cocaína com prostitutas. O político, do partido Trabalhista, já está sendo chamado de "Lord Coke" (o "Barão do Pó") pela sensacionalista mídia inglesa.

 

A história do coroa de 69 anos de idade envolve coisas complexas, que ficam ainda mais piores se tratando de um Barão e com jornais como o The Sun, reconhecidamente um dos mais sensacionalistas do mundo, noticiando.

Mas imaginem se ele aparecesse no vídeo bebendo litros de uísque com energético..?

Não conheço a política inglesa para saber se ele também renunciaria ao cargo nesse caso, até porque a situação toda é bem ruim, mas dá pra ter certeza que a devastação não seria tão grande. Ele provavelmente se tornará um pária no meio político.

Tudo isso porque se trata de uma droga ilegal, fortemente estigmatizada. Até mesmo entre nós maconheiros.

Em termos de prajuízo à saúde, um usuário problemático de álcool sofre danos bem semelhantes com os provocados pelo vício na cocaína. São drogas pesadas, altamente viciantes. (Nem se comparam com a Cannabis). Mas uma delas é legal, totalmente aceita socialmente.

A cocaína, ilegal, pode queimar definitivamente quem for flagrado com a nota enrolada na mão.

Mesmo sendo sabida e amplamente utilizada entre poderosos e políticos – inclusive os conservadores, defensores da moral, dos valores cristãos, da família e, claro, da repressão às drogas.

Um dia, ainda bem distante, a humanidade terá finalmente amadurecido em relação às drogas, e saberá lidar com elas de forma muito mais sábia e eficiente… 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina