Pesquisa mostra que a maioria dos brasileiros é contra a maconha medicinal

Clipadão

hempadao 2 dezembro, 2014

image

Fonte: R7

A maconha ainda gera controvérsia. Segundo pesquisa Datafolha, encomendada pelo ICTQ (Instituto de Ciências Tecnológicas e Qualidade Industrial), 56% da população brasileira é contra a venda da maconha para uso medicinal. Já a liberação de remédios derivados da droga é aprovada por 50%.

Ainda de acordo com o levantamento, o apoio à liberação da substância aumenta conforme a escolaridade, 69% entre os que têm nível superior e 38% dos com nível fundamental. Na comparação do nível socioeconômico, a maior aceitação é registrada nas classes A e B, 60%. Nas C e D, o índice cai para 33%.

A pesquisa também mostrou que a discordância é maior nas cidades do interior, nas regiões Nordeste, Norte e Centro-Oeste e entre os mais velhos.

A pesquisa foi publicada neste sábado (29) no jornal Folha de S. Paulo. Ao todo, 2.162 entrevistas foram realizadas em todo o País. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Medicamento

Famílias já conseguiram na Justiça a autorização para a importação do canabidiol, substância derivada da maconha. O medicamento está sendo usado contra graves casos de epilepsia. Segundo o jornal Folha de S. Paulo, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) já liberou 184 pedidos de importação desde abril.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina