Patrick Stewart revela que faz uso diário de maconha para tratar artrite

Clipadão

hempadao 17 março, 2017

LONDRES — Por conta do lançamento de “Logan”, um sucesso de público e bilheteria, o veterano ator Patrick Stewart passou por uma longa turnê promocional, falando sobre tudo — de super-heróis ao “emoji de cocô”. Agora, o astro de 76 anos mudou o tom ao publicar um comunicado em que apoia a primeira iniciativa do Reino Unido para explorar o benefício de remédios baseados na erva cannabis, liderada pela Oxford University.

Fonte: O Globo

Stewart revelou ainda que, há dois anos, vem fazendo uso diário de maconha para ajudar no tratamento de uma artrite severa.

“Dois anos atrás, em Los Angeles, eu fui examinado por um médico e ele me deu uma receita que dava permissão para a compra, em lojas registradas, de produtos baseados na erva cannabis, com o aviso de que aquilo poderia me ajudar com a artrite que eu tenho nas minhas duas mãos”, disse o britânico na nota.

“Isso, ao que parece, é uma doença genética. Minha mãe tinha mãos severamente distorcidas e muitas dores. Eu comprei um creme, um spray e produtos comestíveis a base de cannabis”, relatou. “O creme, por mais que tenha me dado um alívio para o desconforto, era muito engordurado para eu usar durante o dia, então eu usava apenas à noite. Ajuda-me com a dor e facilita o sono”.

Stewart explicou ainda que o uso do spray medicinal é muito prático por poder ser usado ao longo de todo o dia, ajudando a aliviar as dores:

“O spray evapora muito rapidamente e deixa minhas mãos secas, com uma leve sensação de queimação ou formigamento, o que não chega a ser incômodo. Eu acredito que tanto o creme quanto o spray têm diminuído significativamente a rigidez e as dores nas minhas mãos. Eu consigo fechar os punhos, por exemplo, algo que não era possível antes de começar este tratamento”.

Ao ser perguntado sobre efeitos colaterais, Stewart disse que não teve nenhum, e lembrou que os remédios “convencionais” (Advil, Naproxen, entre outros) são conhecidos por causar problemas, principalmente no fígado.

“Esse é um importante passo para o Reino Unido em um campo de pesquisa que há muito tempo vem sendo barrado por preconceito, medo e ignorância. Eu acredito que este programa de pesquisa pode resultar em benefícios para pessoas como eu e milhões de outras”, defendeu.

Nos Estados Unidos, 28 estados legalizaram o uso de maconho para fins medicinais. Oito deles — Colorado, Califórnia, Oregon, Washington, Maine, Nevada, Alaska eMassachusetts — legalizaram também o uso recreativo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Raiz Biobizz
Papelito