O que está acontecendo com meu Jardim?

Cultivo Vital

hempadao 19 janeiro, 2014

por Sergio Vidal*

Essa semana vamos responder à dúvida de um leitor que enviou até alguma fotos para ajudar no diagnóstico dos problemas do jardim, fotos de muito boa qualidade, mas ainda assim faltaram todas as outras informações que poderiam ajudar no diagnóstico da planta . Aproveito para reforçar, mais uma vez, o pedido a tod@s que enviarem suas dúvidas que mandem junto algumas fotos, de diferentes ângulos e especialmente dediquem algum tempo a construir uma descrição geral do cultivo que seja mais completa, para me ajudar a entender melhor o que se passa com a planta (tipo de luz usada, quantidade de lâmpadas, quantas horas de luz direta por dia, que tipo de nutrientes está usando e com qual frequência, como é o solo no qual a planta está sendo cultivada, se há ou não sistema de circulação de ar, e todos os detalhes que possam auxiliar na hora que eu for usar a sua dúvida para poder dar uma resposta o mais precisa possível, Assim posso dar opiniões precisas e não apenas especular sobre o que se passa com a planta. Agora vamos à mensagem do leitor:

 

“Pessoal bom dia, primeiramente quero deixar registrado minha admiração por todos os Ativistas como vcs…  hempada informações que ajudam realmente. Tenho algumas fotos da ganja no grow, e não sei se é ácaros pois não vi nada,(com lupa) ou falta de nutrientes….

Agradeço desde já, abraços pessoal  

Jrs /GrowZS /ZS Dula”

Somente pelas fotos e difícil dizer com precisão. Quando uma planta sofre com desnutrição, na maioria dos casos ocorre o que os médicos chamam de quadros somáticos. Ou seja, quando ha algum tipo de desequilíbrio na saúde do organismo, ele se torna mais frágil e com o seu sistema imunológico comprometido. Como nós humanos, as plantas precisam ter uma saúde muito bem equilibrada, para que não se tornem frágeis e suscetíveis ao ataque de pragas. Disse tudo isso para explicar como è difícil diagnosticar um problema somente olhando fotos de uma folha. Um problema ou desequilíbrio na saúde da planta se expressara nas folhas e outras partes do seu corpo, claro. Porem não e possível fazer afirmações conclusivas sobre o que se passa com a planta se não tenho uma descrição mais completa sobre sua nutrição e outros hábitos de vida. Apenas com fotos o que posso fazer e algumas especulações sobre quais podem ser os problemas que esta planta esta enfrentando, que talvez possam ajudar ao cultivador.

Acredito que o primeiro passo seria aplicar na planta alguma dose de magnésio. Procure em todas as farmácias pelo produto conhecido popularmente como “Sal Amargo” e cientificamente como Sulfato de Magnésio. Nós, humanos, usamos o sulfato de magnésio como laxante. As plantas usam o magnésio para formar a clorofila. A clorofila é responsável pela função na planta de transformar a energia luminosa em energia química e facilitar diversos processos vitais para os vegetais. Se não há magnésio, não há clorofila, não há crescimento. O magnésio irá, inclusive, facilitar a absorção e mobilidade de outros nutrientes necessários à planta. Aparentemente a planta sofre com uma carência forte deste nutriente. Talvez isso esteja causando o desequilíbrio mais grave, tornando-a mais suscetível a outros problemas.

As manchas nas folhas podem ser um sintoma de deficiência muito grave de magnésio e outros nutrientes que so podem ser absorbidos pela planta caso ela tenha suficiente magnésio em sua nutrição, pois este nutriente é central para que a planta possa conseguir utilizar outros nutrientes em sua dieta. Porem a aparência das folhas também indicam um possível ataque de uma Praga muito comum esta época do ano, conhecida popularmente como spider mites, ou aranhinhas vermelhas, ou somente mites, seu apelido carinhoso entre os cultivadores. Porem, não ha nada de carinhoso no tratamento que esta Praga da à planta. São bichos muito pequenos, que são difíceis de ser identificados a olho nu. Parecem ser apenas uns pontinhos minúsculos na parte atrás da folha, porem o estrago que fazem na vida do vegetal e enorme. Durante o verão è o período mais arriscado para contrair este tipo de Praga, pois elas gostam muito do clima seco e quente para se reproduzirem mais rapidamente. Para combater esta Praga o ideal è utilizar algum defensivo a base do principio ativo da arvore do neem, azadiractina. O azamax e o óleo de neem são os mais conhecidos. E possível também fazer defensivos caseiros, diluindo agua com tabaco, alho, pimenta ou uma mescla de tudo isso e/ou alguma outra planta que tenha princípios ativos que atuem como repelente para as pragas. E possívelfazer aplicações foliares ao menos uma vez a cada 7/15 dias, evitando as horas mais quentes do dia, preferencialmente borrifando as folhas durante a noite, para evitar que o sol em contato com a folha molhada com o defensivo possa ser prejudicada. Jamais se expõe a luz forte ou ao sol uma planta molhada com defensivo ou fertilizante.

Mais uma vez espero que tenham gostado do texto e, principalmente, que ele tenha ajudado a esclarecer mais a respeito da natureza da cannabis e do seu cultivo. Enviem suas mensagens, críticas, etc e, principalmente as dúvidas, preferencialmente com fotos, para o e-mail: hempadao@gmail.com

Até semana que vem! namaste!

Consulte outros artigos sobre cultivo: Clique Aqui e aqui

*Antropólogo, Redutor de Danos e Cidadão Ativista engajado na construção de um Brasil com leis e políticas públicas sobre maconha e outras drogas mais humanas e eficientes.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina