O Panorama da Cannabis Medicinal na Europa!

WAW

hempadao 12 julho, 2014

Muitos países já legalizaram a cannabis como medicamento. Além da Holanda, a maconha medicinal é legal na Espanha, Portugal, Finlândia e em alguns estados dos EUA. Nesses países, a cannabis em sua forma medicinal pode ser conseguida quando se tem uma prescrição.

Na Alemanha, cultivar cannabis para fins medicinais já é legal desde maio de 2011. Antes disso, permissões especiais deveriam ser pedidas ao órgão competente do Governo.

Remédios com cannabis são geralmente prescritos como um produto com adição de extrato de cannabis, como um spray. O medicamento é borrifado dentro da boca. Dali ele se espalha rapidamente na corrente sanguínea.

Efetivo contra algumas doenças
Mais e mais estudos estão confirmando o efeito positivo dos ingredientes da planta da cannabis em várias doenças. Eles não curam as enfermidades, mas podem melhorar a qualidade de vida daqueles que estão afetados.

Isso se aplica, por exemplo, a pessoas que sofrem de esclerose múltipla. A EM é uma doença inflamatória crônica do sistema nervoso central que se manifesta de surpresa e, geralmente, produz espasmos. Isso pode ser reduzido com a administração da cannabis ou dos seus princípios ativos tetrahidrocannabinol (THC) e cannabidiol (CBD). Os músculos relaxam e, consequentemente, a mobilidade melhora.

Os ingredientes da planta também podem ajudar as pessoas que sofrem da síndrome de Tourette ou do mal de Parkinson ou dores crônicas neuropáticas.

Os cientistas também descobriram um efeito positivo no tratamento do câncer. Os pacientes geralmente sofrem com náuseas e vômitos devido à quimioterapia. O THC ajuda a neutralizar isso, assim como o canabidiol.

Mas os críticos afirmam que os produtos de cannabis podem causar intoxicação. Tonteira, fadiga, náuseas e taquicardia também podem acontecer, a pressão sanguínea pode cair e seu uso pode levar a dores de cabaça e confusão mental.

O consumo em longo prazo pode atrapalhar a concentração. De acordo com a OMS, os efeitos são relativamente pequenos e reversíveis.

O debate da legalização
O governo alemão se opõe a legalizar a cannabis e seus produtos. Ao invés disso, ele quer reforçar a prevenção contra a droga. Mas os entendedores acreditam que penas severas para o uso da cannabis não levam a uma diminuição no consumo.

Em contraste, uma legislação mais liberal como em Portugal ou na República Tcheca, não levou a um aumento no consumo de cannabis. Há mil anos, a cannabis era conhecida não só como uma droga, mas como uma medicina. Mundialmente, os pesquisadores estão examinando os efeitos da cannabis e seus usos medicinais contra certas doenças.

Leia a matéria original AQUI



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *




Papelito
Banner Sedina